últimas notícias
A Subprefeitura do Campo Limpo, na zona sul da Capital, teve um aumento de 32%
A Subprefeitura do Campo Limpo, na zona sul da Capital, teve um aumento de 32%
Foto: Divulgação

Três subprefeituras de São Paulo têm aumento no orçamento para 2021

Subprefeitura do Campo Limpo teve alta de 36%, a do Butantã sofreu crescimento de 19% e a Aricanduva/Formosa/Carrão teve incremento de 10%

Aprovada pela Câmara Municipal de São Paulo no ano passado, a Proposta de Lei Orçamentária Anual 2021, que estima as receitas e fixa as despesas da capital paulista para este ano, foi aprovada com a previsão de R$ 67,96 bilhões. Como resultado, ao menos três subprefeituras de São Paulo tiveram aumentos em seus orçamentos para este ano.

A Subprefeitura do Campo Limpo, na zona sul da Capital, que engloba os distritos Capão Redondo e Vila Andrade, tinha um orçamento previsto em R$ 43,2 milhões. Contudo, após a segunda votação no Plenário, esse valor passou para R$ 57,1 milhões, representando um aumento de 32%.

Este valor poderá ser utilizado no serviço de saneamento básico e requalificação de espaços públicos na região, por exemplo.

A Subprefeitura do Butantã, na zona oeste de São Paulo, que atende o Morumbi, Raposo Tavares, Rio Pequeno e Vila Sônia) teve um aumento de 19% em relação ao valor previsto (R$ 32,3 milhões). Na discussão final, o valor aprovado foi de R$ 38,6 milhões, que poderá ser aplicado em diversas obras.

No caso da Subprefeitura Aricanduva/Formosa/Carrão, na zona leste da Capital, o aumento foi de 10% no valor inicial previsto. Inicialmente, o montante estimado era R$ 36.5 milhões. Agora, o valor passou para R$ 40,2 milhões e poderá ser usado em setores como zeladoria, drenagem, saneamento, entre outros.

Comentários

Tops da Gazeta