últimas notícias
O Hospital Municipal de Parelheiros, na zona sul, não tem mais vagas de enfermaria
O Hospital Municipal de Parelheiros, na zona sul, não tem mais vagas de enfermaria
Foto: Divulgação/SPDM

Internações por Covid-19 sobem e dois hospitais municipais atingem ocupação máxima de enfermaria

Na rede particular, os hospitais Albert Einstein e Sírio-Libanês estão com taxa de ocupação superior a 90%

As internações por Covid-19 na cidade de São Paulo voltaram a subir nos últimos dias. De acordo com dados da Secretaria Municipal da Saúde, os hospitais municipais Guarapiranga e Parelheiros, na zona sul, não têm mais vagas nas enfermarias.

O hospital Sorocabana (zona oeste) está com 90% das vagas ocupadas. No caso dos hospitais Carmen Prudente (centro) e Capela do Socorro (zona sul), a ocupação é de 80% em ambos.

O hospital da Bela Vista (centro) está com 78% das vagas ocupadas e o Ignácio Proença de Gouvêa (zona leste), com 77%.

Hospitais privados

Segundo um levantamento feito pelo “G1”, algumas clínicas estão com mais de 90% das vagas ocupadas.  O Hospital Israelita Albert Einstein está com 93% de ocupação de leitos comuns para Covid-19. A ocupação das Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) e semintensiva para para a doença está com 84% de sua ocupação.

Até esta segunda-feira (11), o Hospital Sírio-Libanês estava com 90% de ocupação. O Hospital Santa Catarina está com 20% de sua ocupação. No caso do hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo, são 96 pacientes de Covid-19 internados, 76 com diagnóstico confirmado e 20 com suspeita da doença. O Hospital Nipo-brasileiro tem 37 pacientes internados.

Alta de mortes

Há três dias seguidos, São Paulo vem registrando média diária de mortes pelo novo coronavírus acima de 200. A média não atingia essa marca desde o dia 16 de setembro.

Nesta segunda-feira, a média móvel de mortes diárias, que considera os registros dos últimos sete dias, era de 213.

Comentários

Tops da Gazeta