últimas notícias
Estrutura será oficialmente instalada no Parque do Carmo em 25 de janeiro
Estrutura será oficialmente instalada no Parque do Carmo em 25 de janeiro
Foto: Divulgação

Parque do Carmo vai inaugurar memoriais para as vítimas da Covid-19

A cerimônia para apresentação dos memoriais será na próxima segunda-feira (25), aniversário da cidade, às 10h30

O Parque do Carmo, na zona leste de São Paulo, vai receber os primeiros espaços destinados à memória das vítimas da pandemia da Covid-19 da cidade. A cerimônia para apresentação dos memoriais será na próxima segunda-feira (25), aniversário da cidade, às 10h30. O ato tem participação aberta a convidados e seguirá protocolos sanitários contra a pandemia.

A ação é promovida pela Prefeitura de São Paulo, pelo Programa Avarc (Acolhimento de Vítimas, Análise e Resolução de Conflito) do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) e pelo Higia Mente Saudável, que instalarão no parque um bosque de ipês para contemplação e uma escultura.

A promotora de justiça Celeste Leite dos Santos, gestora do Avarc, contou como a ideia do memorial surgiu. “Primeiro, montamos um local na web para que familiares das vítimas pudessem postar seus sentimentos sobre quem se foi e relatar suas histórias. O retorno estimulou a proposta de se ter um local para visitação. Esta ideia foi construída com Fátima Ranaldo, oficial do cartório de registro civil de Americana e teve contribuições do promotor de justiça Sílvio Antonio Marques. Em seguida, apresentada e acolhida pela Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente e Prefeitura da Cidade de São Paulo, que acabava de anunciar também um projeto de memorial”.

Em junho do ano passado, o prefeito Bruno Covas (PSDB) já havia anunciado a intenção de criar um memorial para as vítimas da doença no Parque do Carmo."O município de São Paulo vai criar um memorial para todas as vítimas de coronavírus na cidade de São Paulo lá no Parque do Carmo, plantando uma árvore para cada vítima perdida aqui na cidade", disse o tucano.

O Projeto Avarc inaugurou em julho uma área na internet dedicada para receber testemunhos de famílias das vítimas da pandemia do coronavírus. As cartas são enviadas de maneira sigilosa para o memorial e ficam protegidas na cápsula do tempo em avarc.com.br/memorial.

O marco que será erguido foi estruturado pelo arquiteto Pedro Caribé, com auxílio de Vera Simoes e suporte dos gestores do conselho do Parque do Carmo. Para saber mais sobre o Projeto Avarc acesse www.avarc.com.br.


Comentários

Tops da Gazeta