últimas notícias
Hospital Sorocabana, na Lapa, zona oeste de São Paulo
Hospital Sorocabana, na Lapa, zona oeste de São Paulo
Foto: Leon Rodrigues/Secom

Prefeitura de SP entrega primeira de 19 usinas geradoras de oxigênio

Juntas, elas terão capacidade para produzir 9 mil metros cúbicos por dia, suficientes para abastecer 596 leitos de enfermaria e 211 de UTI

A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo deve entregar nesta quarta-feira (31) a primeira de 19 usinas geradoras de oxigênio em unidades de saúde. Ela será instalada no Hospital Municipal Capela do Socorro. Juntas, as 19 usinas terão capacidade para produzir 9 mil metros cúbicos de oxigênio por dia, o que equivale a 900 cilindros.

A entrega dos cilindros à cidade havia sido anunciada pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) na última sexta-feira (26), durante entrevista coletiva. De acordo com a gestão municipal, o volume é suficiente para abastecer 596 leitos de enfermaria e 211 de UTI nos hospitais municipais, hospitais dia e unidades de pronto atendimento (UPAs).

Sete dessas usinas deverão ser entregues até o dia 15 de abril. Elas vão atender as seguintes unidades: Hospital Municipal Capela do Socorro (duas usinas em 31 de março e a outra até 10 de abril), Hospital Municipal Sorocabana, UPA Jabaquara, Hospital Dia Tito Lopes, Hospital Dia Flávio Gianotti e Hospital Dia M'Boi Mirim II).

Outras 12 unidades serão instaladas até 30 de abril nos seguintes Hospitais Dia: Itaim Paulista, São Matheus (Tietê II), São Miguel, Brasilândia, Butantã, Lapa, Mooca, Penha, Vila Prudente, Campo Limpo, Cidade Ademar e M'Boi Mirim I.

Além das usinas, a cidade contou também com a doação de 400 cilindros de oxigênio pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Comentários

Tops da Gazeta