últimas notícias
Itamar Assumpção segura porta de ônibus no bairro da Penha, na zona leste da Capital
Itamar Assumpção segura porta de ônibus no bairro da Penha, na zona leste da Capital
Foto: Jorge Araújo/Folhapress

Cidade de SP terá estátuas de 5 personalidades negras até março de 2022

Carolina Maria de Jesus, Adhemar Ferreira da Silva, Itamar Assumpção, Madrinha Eunice e Geraldo Filme serão homenageados; saiba onde

A Prefeitura de São Paulo afirmou que vai homenagear cinco personalidades negras que possuem ligação com a cidade com a instalação de estátuas em locais públicos. O anúncio se deu poucas semanas depois que a estátua de Borba Gato foi incendiada por manifestantes na zona sul, que pediram o fim de homenagens a perseguidores de indígenas e escravizadores de negros na Capital.

As obras devem começar em setembro e a previsão é que todas sejam instaladas até março de 2022. Os homenageados serão a escritora Carolina Maria de Jesus, o músico Geraldo Filme, o atleta olímpico Adhemar Ferreira da Silva, a música e ativista Deolinda Madre (conhecida como madrinha Eunice) e o músico Itamar Assumpção.

Um estudo do Instituto Pólis analisou em novembro do ano passado os 367 monumentos catalogados na capital paulista. Dos 200 que retratam pessoas, 169 são identificáveis como homens e apenas 24 como mulheres. Dos homens, só cinco são negros, e entre as mulheres, apenas uma. É a estátua "Mãe Preta", no Largo do Paissandu.

Em 2020, a administração municipal colocou nomes de personalidades negras em 12 Centros Educacionais Unificados (CEUs), por decisão do então prefeito Bruno Covas (PSDB).

Onde ficarão as homenagens

A estátua da escritora Carolina Maria de Jesus, autora do clássico Quarto de Despejo e diversos outros livros, será instalada no Parque Linear Parelheiros, local no qual Carolina viveu por muitos anos e onde se encontram o Centro de Cidadania da Mulher e o Ponto de Leitura Carolina de Jesus.

Já a homenagem ao compositor Geraldo Filme, autor de sambas imortais sobre a cidade, ficará na Praça David Raw, na Barra Funda, próximo ao antigo Largo da Banana, muito frequentado por Geraldo e marca do samba paulistano.

A estátua do atleta olímpico e tri-campeão pan-americano em salto triplo Adhemar Ferreira da Silva será posta no canteiro central da Avenida Braz Leme, na Casa Verde, zona norte da Capital, bairro onde o atleta sempre morou.

No caso da homenagem a sambista e ativista Deolinda Madre, a madrinha Eunice, fundadora da primeira escola de samba da Capital, a Lavapés, vai ser instalada na Praça da Liberdade, na região central da cidade.

Por fim, a gestão municipal informou que a estátua do músico Itamar Assumpção ainda não tem local definido. A obra pode ser posta no bairro da Penha, na zona leste, onde o compositor morou e gravou a trilogia Bicho de 7 Cabeças (993), ou na Praça Benedito Calixto, em Pinheiros, na zona oeste. O local é próximo ao antigo teatro Lira Paulistana, onde o artista ganhou projeção com suas apresentações inventivas e surpreendentes.

A prefeitura não anunciou quais artistas farão as obras e qual é a verba para as homenagens.

Comentários

Tops da Gazeta