últimas notícias
Leonardo era dono de uma sorveteria no Jardins e foi morto na confusão
Leonardo era dono de uma sorveteria no Jardins e foi morto na confusão
Foto: Arquivo pessoal

Arrastão na Oscar Freire: um comerciante foi morto a tiros

No total, 12 vítimas foram abordadas na ação que foi executada por três adolescentes; veja vídeo

Um arrastão na Rua Oscar Freire, local conhecido por suas lojas de luxo, no bairro Jardins, em São Paulo, deixou os moradores assustados no final da noite de sexta-feira (10). Durante o ocorrido, o comerciante Leonardo Iwamura, de 42 anos, foi morto por um tiro à queima-roupa, enquanto passava pelo local. As informações são do G1.

A ação ocorreu de forma rápida e foi executada por três adolescentes. No vídeo do crime divulgado pela polícia no sábado (11), o comerciante caminhava pela rua sozinho, de mochila, quando um motociclista passa por ele e para poucos metros atrás, perto de um grupo de pessoas. Uma jovem do grupo percebe a movimentação e tenta fugir, mas é barrada pelo motociclista.

Em seguida, Leonardo é abordado por mais dois homens. Um deles estava armado, a pé, e o outro em uma segunda moto. O comerciante reage tentando correr mas é empurrado e recebe um tiro à queima-roupa. Um dos homens pega um objeto da vítima e vai ao encontro do outro grupo de pessoas. Ele pega um pertence de uma das jovens, sobe na garupa da moto e então os criminosos fogem.

O comerciante baleado chegou a ser levado para o Hospital das Clínicas mas não resistiu ao ferimento e morreu em atendimento. Leonardo trabalhava na Alameda Ministro Rocha Azevedo onde tinha uma sorveteria.

De acordo com informações do 78ª Distrito Policial, 12 pessoas foram abordadas pelo grupo naquela noite e tiveram seus celulares roubados. Um dos três adolescentes já foi localizado por meio do sistema de localização de um dos celulares e foi detido pela polícia. Os outros dois criminosos ainda estão sendo procurados, segundo informou a Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Comentários

Tops da Gazeta