Publicidade

X
FALTA SÓ SANCIONAR

Câmara de SP aprova fornecimento de absorventes a estudantes

Projeto foi tratado com prioridade e teve apenas 14 dias de tramitação entre seu protocolo na Casa em 16 de junho e a votação nesta quarta

Publicidade

Câmara Municipal de São Paulo, na região central da capital paulista / /André Bueno/CMSP

Nesta quarta-feira, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou em segunda e definitiva votação o projeto de lei que determina o fornecimento de absorventes descartáveis para estudantes da rede municipal. Foram 54 votos favoráveis e 1 abstenção. O texto segue agora para sanção do prefeito Ricardo Nunes (MDB).

O PL 388/2021, do Executivo, cria um programa de cuidado com estudantes da rede, com o oferecimento de uma cesta de higiene. O projeto foi tratado com prioridade na Câmara e teve apenas 14 dias de tramitação entre seu protocolo na Casa em 16 de junho e a votação nesta quarta.

"É um projeto com amplo impacto social e, por isso, recebeu grande apoio no Parlamento", disse o presidente da Câmara, vereador Milton Leite (DEM). "Principalmente neste momento de crise, a compra desses itens de higiene pesa no orçamento das famílias mais carentes", ressaltou.

Dados da Unicef apontam que uma em cada quatro alunas do ensino fundamental falta às aulas no período menstrual no Brasil justamente porque não tem dinheiro para compra de absorventes.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Auxílio Brasil

Bolsonaro regulamenta empréstimo do Auxílio Brasil sem definir limite de juros

Governo já havia estabelecido que os beneficiários poderão comprometer, no máximo, 40% do valor do benefício

Desemprego

Taxa de desemprego tem queda em 22 estados no segundo trimestre

Em São Paulo, estado mais populoso do país, a taxa de desemprego recuou de 10,8% para 9,2%

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software