Publicidade

X
PARQUE

Parque Ibirapuera volta a fechar quadras e parquinho

Autorização funcionou por livre demanda no final de semana, e passaria a ser feita por agendamento; mas foi suspensa por conta da alta demanda

Publicidade

Antes da pandemia, o Ibirapuera recebia cerca de 150 mil pessoas / / Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

A Urbia Gestão de Parques, responsável pela gerenciamento do Parque Ibirapuera, cancelou a reserva online gratuita de quadras do parque, que estava em teste. Segundo a empresa, a suspensão vale até a reabertura da área esportiva do Ibirapuera, ainda sem data prevista.

No último final de semana, os espaços funcionaram por livre demanda e passariam a ser liberados para uso mediante agendamento. Entretanto, administradora decidiu suspender a autorização por conta da alta procura.

No primeiro final de semana de reabertura durante a pandemia de Covid-19 na capital paulista, cerca de 174 mil pessoas visitaram os parques municipais.

Os parques estavam fechados desde março aos finais de semana, quando foi implantada a quarentena para conter a propagação da doença.

De acordo com o “G1”, os cinco parques mais visitados no período foram: Ibirapuera (66.525), Independência (20.649), Aclimação (11.967), Luz (9.046) e Carmo (8.020).

Em um fim de semana normal antes da pandemia, o Ibirapuera, localizado na zona sul de São Paulo, recebia cerca de150 mil pessoas no sábado e domingo.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

CPI do MEC

Suspeita de interferência de Bolsonaro aumenta pressão por CPI do MEC

A oposição no Senado ainda tenta engrossar com ao menos mais dois nomes o requerimento para criação de uma CPI do MEC

SEU BOLSO

As 10 cidades onde é mais caro abastecer com gasolina em São Paulo

Levantamento realizado pela ANP considera preços coletados na semana passada, entre os dias 19 e 25

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software