Publicidade

X
FIQUE ATENTO

Rodízio de veículos volta a valer na próxima segunda-feira em São Paulo

O rodízio está suspenso desde o dia 20 de dezembro de 2021

Publicidade

Movimentação de veículos em São Paulo-SP / Kaique Rocha/Pexels

O rodízio municipal de veículos foi suspenso em São Paulo em razão das férias de final de ano, mas deve ser retomado na próxima segunda-feira (17). A suspensão continua valendo somente até sexta-feira (14), permitindo que veículos continuem circulando livremente pelo centro expandido da Capital, independente da placa.

Anualmente, devido às férias escolares e festas de final de ano, a gestão municipal suspende o sistema de rodízio, conforme anúncio feito em 20 de dezembro. Confira abaixo o mapa do centro expandido no qual o rodízio é válido.

Conforme mostrado no mapa, o centro expandido, que é a região delimitada pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D’Escragnolle Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf. O texto conta com informações do portal Metro World.

Confira abaixo os dias e as placas que não podem circular conforme o dia de rodízio:

1 e 2 – não rodam na segunda-feira

3 e 4 – não rodam na terça-feira

5 e 6 – não rodam na quarta-feira

7 e 8 – não rodam na quinta-feira

9 e 0 - não rodam na sexta-feira

O sistema de estacionamento em vias públicas, conhecido como Zona Azul, continua em operação na Capital Paulista, independente da suspensão do rodízio.

A multa para motoristas que infringem as regras do rodízio é de R$ 130,16, mais quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

EDUCAÇÃO

Etecs: Aberto prazo para pedido de redução da taxa de ido vestibulinho

Benefício é garantido aos candidatos que tenham uma remuneração mensal bruta abaixo de dois salários mínimos ou que estejam desempregados

ZONA SUL

Museu do Ipiranga: Entorno terá novas calçadas e mirante

Segundo a gestão municipal, projeto busca valorizar o entorno do monumento histórico também com ações de sustentabilidade

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software