Publicidade

X
Histórico

A História da Praça da Matriz

Local já foi denominado como Praça Dr. Novelli Júnior, em homenagem àquele importante médico e político brasileiro, nascido na cidade de Itu, em 22 de janeiro de 1906

Publicidade

Praça da Matriz, em Porto Feliz / Domínio Público

A foto que ilustra esta postagem nos dá uma bela e panorâmica visão da Praça da Matriz, localizada em pleno centro urbano municipal. Nos velhos tempos esse logradouro público teve a denominação de Praça Dr. Novelli Júnior, em homenagem àquele importante médico e político brasileiro, nascido na cidade de Itu, em 22 de janeiro de 1906.

Novelli Júnior formou-se pela Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1931 e clinicou por alguns anos na sua terra natal. Integrou as Forças Paulistas na Revolução Constitucionalista de 1932 e, em 1941 filiou-se ao Partido Social Democrático – PSD, pelo qual foi eleito Deputado Federal por São Paulo, tendo participado ativamente da Assembleia Nacional Constituinte que elaborou a Constituição Federal de 1946. Em 1947 filiou-se ao Partido Social Progressista – PSP, pelo qual foi eleito Vice-Governador do Estado de São Paulo, na gestão do Governador Adhemar de Barros.

Em 1950 elegeu-se, novamente, deputado federal e, na plenitude dos seus mandatos políticos, constituiu-se em um grande benemérito do Município de Porto Feliz, graças à amizade que sempre manteve com o político porto-felicense Dr. Lauro Maurino. Luís Gonzaga Novelli Júnior faleceu na cidade do Rio de Janeiro, no dia 1º de junho de 2000, aos 94 (noventa e quatro) anos de idade.

Durante a gestão do Prefeito Municipal Sr. Luís Alcalá (1977 a 1982), a principal praça pública de Porto Feliz passou a denominar-se Praça Dr. José Sacramento e Silva em homenagem ao ilustre médico que, por mais de 50 (cinquenta) anos, trabalhou pela saúde da população, especialmente junto à Santa Casa de Misericórdia desta cidade. Não obstante a mudança da denominação da referida praça pública tenha provocado, naquela época, certo transtorno nos meios políticos desta cidade, prevaleceu a decisão de perpetuar naquele logradouro público, o nome do insigne médico local.

O Dr. José Sacramento e Silva nasceu na cidade do Porto, em Portugal, no dia 15 de outubro de 1890. Ainda criança veio com a família para o Brasil, precisamente para a cidade de São Luís – Maranhão. Certo dia, já formado em medicina, acompanhou um paciente até o Rio de Janeiro para a realização de exames clínicos especializados, oportunidade em que, lendo um jornal, tomou conhecimento de que o Município de Porto Feliz estava necessitando de médicos. Resolveu, então, mudar-se para esta cidade onde constituiu sua família casando-se com a porto-felicense Iracema Portella e aqui permaneceu até sua morte ocorrida no dia 29 de janeiro de 1968, aos 78 anos de idade.

O ilustre médico fez da sua profissão um verdadeiro sacerdócio, razão pela qual tem o seu nome perpetuado na principal praça pública de Porto Feliz. Importante ressaltar que, em toda sua vida, o Dr. José Sacramento e Silva manteve sua casa de residência e seu consultório médico exatamente na praça pública que hoje perpetua o seu nome.

Outro detalhe em relação ao referido logradouro público é que esse local serviu como cemitério até o dia 1º de agosto de 1828, quando por ordem da Câmara de Vereadores os corpos que ali estavam sepultados foram transferidos para o Cemitério Público Municipal na Rua Adhemar de Barros. Até a data acima citada os atuais jardins do Largo da Penha e do Largo da Estação, também foram utilizados como cemitérios. Salve Terra das Monções / Tua gente varonil / Honrará tuas tradições / E a grandeza do Brasil! 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

GRANDE SP

Taboão da Serra passa a realizar testes de Covid apenas nas UBSs

O atendimento para os testes ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 15h, nas 13 UBSs da cidade

Inclusão

TRF suspende liminar que obrigava IBGE a incluir orientação sexual no Censo

Instituto argumenta que não teria tempo hábil nem orçamento suficiente para fazer o acréscimo das perguntas de forma adequada no levantamento

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software