Publicidade

X
Política

Posse do Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores de Porto Feliz em 1952

Consta que nesse pleito ocorreu, pela primeira vez no Estado de São Paulo, a eleição para o cargo de Vice-Prefeito Municipal

Publicidade

Solenidade de posse do Prefeito, Vice-Prefeito e dos Vereadores eleitos no pleito eleitoral realizado em 14 de outubro de 1951. / Foto de Júlio Hofacker

A foto é do dia 1º de janeiro de 1952 e mostra a solenidade de posse do Prefeito, Vice-Prefeito e dos Vereadores eleitos no pleito eleitoral realizado em 14 de outubro de 1951. Consta que nesse pleito ocorreu, pela primeira vez no Estado de São Paulo, a eleição para o cargo de Vice-Prefeito Municipal de acordo com o artigo 47 da Lei Estadual nº 01, de 18 de setembro de 1947, com a redação que lhe foi dada pela Lei nº 1.174, de 21 de agosto de 1951.

A solenidade de posse dos mandatários eleitos foi realizada no antigo prédio da Prefeitura Municipal de Porto Feliz, que se localizava na Rua Altino Arantes, e que foi demolido em 1990, depois de permanecer por muitos anos abandonado à ação implacável do tempo. A cerimônia de posse dos eleitos foi presidida pelo Dr. Ramiro Martins Silva – Juiz de Direito da Comarca de Porto Feliz. Naquele tempo o evento relativo à posse dos mandatários municipais era bastante concorrido, o que se demonstra pelo grande número de pessoas que foram prestigiar a solenidade.

Nesse memorável dia tomaram posse o Dr. Antônio Pires de Almeida (Dr. Antoninho) como Prefeito Municipal e o Dr. Walter Castelucci como Vice-Prefeito Municipal. Nos termos da Lei nº 1.174/51 foram eleitos 11 (onze) vereadores para a formação da Câmara Municipal de Porto Feliz. Compuseram o Poder Legislativo porto-felicense os seguintes vereadores: Domingos Albiero, Dr. Francisco Moreira Júnior, Francisco Rocha, José Elias Habice, José Manoel Antunes, José Maurino Filho, José Moraes, José Motta, Lauro Maurino, Nathálio Tauhyl e Ulisses Alves Machado.

Interessante ressaltar, por curiosidade, que na eleição realizada no dia 14 de outubro de 1951, o Dr. Antônio Pires de Almeida foi eleito Prefeito Municipal e também Vereador! No momento da posse e nos termos da legislação vigente naquela época, optou pelo cargo de Prefeito Municipal, fazendo com que fosse empossado como vereador o primeiro suplente da coligação, Sr. José Motta.

No belo registro feito pelo fotógrafo Júlio Hofacker (que também era palhaço de circo com o nome artístico de “Urtiga”), vemos pessoas ilustres de Porto Feliz, entre as quais foi possível reconhecer e destacar os vereadores Nathálio Tauhyl, Domingos Albiero, José Maurino Filho, Lauro Maurino, José Elias Habice e Francisco Rocha (Chiquito Rocha). Reconhecemos também, na plateia, os seguintes cidadãos: Santo Ercolim, Antônio Pires (Tendá), Professora Ermínia Martelli Mazeto, Olívio Barbosa, Major Manoel Gonçalves de Santana, Professora Rachel de Barros Maurino Antunes, Professor Wilson Múscari, Professor Júlio Soares Diehl (autor da letra do Hino a Porto Feliz), Professora Lia Castelucci Barbosa, Professora Nair Antunes de Almeida, Professora Maria José Pires de Almeida, Professora Sebastiana Múscari, Iraci Almeida e Elias Tauhyl Brienza, estes dois últimos entre os alunos do Ginásio Estadual Monsenhor Seckler.

Especialmente convidado pelo Juiz de Direito Dr. Ramiro Martins Silva, que presidiu os trabalhos de posse, o vereador José Elias Habice elaborou a ata dessa sessão solene, que se encontra registrada no livro competente da Câmara Municipal de Porto Feliz, às fls. 105/107, como mais um grande momento da história político-administrativa da nossa cidade! Salve Terra das Monções / Tua gente varonil / Honrará tuas tradições / E a grandeza do Brasil! 

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Democracia

Fachin defende urnas e se opõe às fake news em mensagem para mobilização de 11 de agosto

Declarações do presidente do TSE foram feitas em meio a insinuações golpistas e ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

INCLUSÃO

Taboão da Serra realiza eleição para Conselho da Pessoa com Deficiência

No total serão eleitos 20 membros, sendo dez titulares e dez suplentes

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software