X

Revitalização do centro

A ousada iniciativa de Tarcísio de Freitas de mover a sede do governo paulista para a cracolândia

Revitalização urbana é uma tendência global que reflete a importância de tornar as cidades mais vivas

Cris Monteiro

Publicado em 09/04/2024 às 18:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O governador de São Paulo, Tarcisio de Freitas, anunciou que irá transferir a sede administrativa do governo, que atualmente fica no Palácio dos Bandeirantes / Divulgação/Governo do Estado

O governador de São Paulo, Tarcisio de Freitas, anunciou que irá transferir a sede administrativa do governo, que atualmente fica no Palácio dos Bandeirantes, na região do Morumbi, para o centro da cidade, no bairro Campos Elíseos. A iniciativa busca revitalizar essa região central, que lida com alta criminalidade, abandono de imóveis históricos e a presença intensa de usuários de drogas, especialmente na área conhecida como Cracolândia.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

De janeiro a julho de 2023, as regiões da Sé e Campos Elíseos registraram um recorde de 4.398 roubos, um aumento de 3,5% em relação ao mesmo período do ano anterior. Paralelamente, observou-se um crescimento de 27,8% na média diária de pessoas na Cracolândia, com cerca de 1.200 indivíduos flagrados diariamente por drones. Esta situação levou ao fechamento de 23 estabelecimentos comerciais nas proximidades só nos três primeiros meses de 2023.

A decisão do governador de transferir a sede administrativa do governo para o centro da cidade é um passo acertado. A revitalização urbana é uma tendência global que reflete a importância de tornar as cidades mais vivas. Nossos vizinhos na cidade de Medellín, na Colômbia, que já foi marcada pela violência e pelo domínio de Pablo Escobar, um dos maiores narcotraficantes do mundo, hoje é considerada um modelo de desenvolvimento urbano. Após a era de Pablo Escobar, Medellín adotou ações de desenvolvimento econômico, infraestrutura, educação e inovação tecnológica, entre outras iniciativas, para tornar a região atrativa, superando seu passado turbulento e redefinindo-se como um modelo de desenvolvimento urbano e social.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Outro exemplo é o Distrito da Luz Vermelha em Amsterdã, na Holanda. A região era conhecida por sua vida noturna e entretenimento adulto, mas está passando por um processo de revitalização com o objetivo de diversificar suas atrações e melhorar a segurança. A introdução de galerias de arte, cafés e boutiques tem como meta atrair um público mais amplo e alterar a percepção do bairro para um ambiente mais seguro e convidativo tanto para moradores quanto visitantes.

E o que diferencia essas decisões importantes das autoridades de Medellín e Amsterdã das decisões de Tarcísio? Ao transferir seu próprio gabinete e secretarias do coração do Morumbi, uma região de elite, para o centro, um dos principais focos de insegurança da cidade, Tarcísio mostra que não quer resolver o problema “de longe”, “na canetada”.

A decisão do governador é inovadora porque vai além do gesto simbólico, ele posiciona o poder público como um catalisador de mudanças positivas, isto é, coloca o governo estadual no epicentro do desafio para, dali, resolver esse problema de uma vez por todas. Certamente, para revitalizar a área de Campos Elíseos, ainda será necessária a adoção de inúmeras políticas sociais e econômicas, conforme os exemplos ao redor do mundo. Mas a iniciativa é um primeiro passo importante que não apenas sinaliza o comprometimento do poder público em revitalizar a área e estabelecer um diálogo aberto com a comunidade, mas também traz consequentes efeitos de estímulo à economia local, valorização imobiliária, recuperação de imóveis históricos e incentivos a investimentos e serviços.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

PRAIAS ESCONDIDAS

5 praias menos movimentadas do Guarujá para relaxar

Muito procurada pelos turistas, a cidade do Guarujá também possui praias menos exploradas para quem quer mais privacidade

ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL

Melhor cidade para envelhecer fica na Grande SP; confira ranking

De acordo com dados do Censo Demográfico 2022, o número de pessoas com 65 anos no País aumentou mais de 57% nos últimos 12 anos

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter