X

mobilidade social e educação

Segurança escolar e o município

O estado de insegurança não só torna lento o desenvolvimento social, mas pode até mesmo fazê-lo perecer

Marcelo Vieira Salles

Publicado em 02/04/2024 às 08:30

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Daí a importância do governo, nas esferas federal, estadual e municipal, cada uma na sua função legal, provendo a segurança da atividade escolar / Divulgação/GCM

Um dos pilares essenciais à mobilidade social é a educação. O desenvolvimento humano, tanto no plano individual como na sociedade, baseia-se na educação. Por essa razão, as pessoas e o próprio país dependem das escolas para seu progresso social e econômico.

Siga as notícias da Gazeta de S.Paulo no Google Notícias

Nesse sentido, cumpre lembrar que toda atividade humana requer segurança. O estado de insegurança não só torna lento o desenvolvimento social, mas pode até mesmo fazê-lo perecer. Daí a importância do governo, nas esferas federal, estadual e municipal, cada uma na sua função legal, provendo a segurança da atividade escolar.

Por isso, a proteção dos professores, alunos e funcionários das escolas contra a ação de traficantes e outros malfeitores. A manutenção da paz escolar, sem violência de qualquer espécie, impedindo-se a entrada de armas. A busca de um ambiente sadio, de respeito entre todos e consideração para com os professores. A preservação do patrimônio escolar constituído por edifícios, mobiliário e equipamentos contra a ação de ladrões e o vandalismo são obrigações do poder público.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

No tocante ao Estado de São Paulo, a segurança escolar, na esfera estadual, é feita pela Polícia Militar utilizando a Ronda Escolar e o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência - PROERD. A Ronda Escolar constitui um programa de policiamento, no qual uma viatura com dois policiais está encarregada de prover a segurança externa de determinadas escolas, geralmente em torno de 8 estabelecimentos, rondando-as constantemente. Já o PROERD, outro programa aplicado pela PM, desde 1983, tem sentido mais educativo, com palestras e material voltados para prevenir contra o uso de drogas e da violência.

Na esfera municipal, especialmente nas escolas de ensino fundamental e médio, na maioria municipais, cabe à Guarda Municipal proteger o patrimônio escolar e, deparando com a prática de delito contra as pessoas ali presentes, também atuar protegendo-as. Essas ações da GM se combinadas com as da PM tendem a produzir melhores resultados na segurança escolar.

Porém, a ação municipal deve ser mais ampla, atuando no ambiente interno da escola, evitando riscos de acidentes, inclusive de incêndio, controlando o acesso para evitar estranhos ao ambiente, instalando câmeras de vigilância, treinando colaboradores quanto à segurança, iluminando a escola, promovendo campanhas de orientação aos alunos, inibindo mediante especialistas o "bullying" e o "cyberbullying", causadores de surtos de violência que já vitimaram professores, funcionários e alunos.

A prevenção da violência e do uso de drogas com a consequente promoção da segurança escolar é tarefa complexa que exige atenção de todos, inclusive dos pais, que devem manter seus filhos na escola e orientá-los no sentido da boa convivência social com os professores, funcionários e demais alunos. Este é o caminho certo para que tenhamos bons cidadãos, uma sociedade sadia e um país desenvolvido.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

ESPECIAL TURISMO

Ilha do Montão do Trigo: Conheça o paraíso do litoral norte

Localizada em São Sebastião, a ilha tem águas cristalinas, muita natureza e uma história de impressionar; saiba mais

Não perca essa oportunidade

Cidade no interior de SP encerra inscrições de novo concurso nesta sexta

Prefeitura Municipal de Jahu têm processo seletivo têm salários que chegam a R$ 6.008,73

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter