últimas notícias
Bruno Hoffmann
Coluna
No primeiro dia deste ano, Covas anunciou à rádio
No primeiro dia deste ano, Covas anunciou à rádio "CBN" que será o candidato do PSDB em São Paulo

Doria quer escolher candidato a vice de Bruno Covas

Enquanto o governador prefere a deputada federal Joice Hasselmann (PSL), o prefeito quer uma união ampla para a reeleição

Em entrevista exclusiva a este colunista em agosto, o prefeito Bruno Covas (PSDB) desconversou ao ser questionado se seria candidato à reeleição. “Só trato de 2020 em 2020”. Dito e feito. No primeiro dia deste ano anunciou à rádio “CBN” que será o candidato do PSDB em São Paulo. A vice pode ser a deputada Joice Hasselmann (PSL). Essa pelo menos é a vontade da linha do partido comandada pelo governador João Doria. Outras correntes, porém, não veem essa união com bons olhos. Covas é considerado um nome progressista entre o tucanato, enquanto Joice se destacou sob a onda conservadora que culminou com a eleição de Jair Bolsonaro – apesar de hoje estar distante do presidente da República. Acredita-se que o nome de Joice dificultaria uma coligação com partidos à esquerda do PSDB, como a Rede e o PSB. E uma união ampla para buscar a reeleição é um desejo de Covas.

Uniforme.

Os alunos das escolas municipais de São Paulo podem começar o ano sem uniforme escolar. A informação foi dada pelo prefeito Bruno Covas em entrevista à “CBN”, na quinta-feira (2). Segundo ele, o material apresentado por 36 empresas que disputam 13 lotes de licitação para o fornecimento de roupas, agasalhos e tênis para os estudantes é de qualidade inferior à exigida pela prefeitura. “Nós colocamos um padrão de qualidade que as empresas que venceram a licitação não apresentaram”, disse o prefeito.

Imóveis.

A Lei de Regularização de Edificações entrou em vigor na Capital em 1º de janeiro. A norma deve facilitar a adequação de 750 mil imóveis irregulares na cidade de São Paulo. Segundo Talita Rolim, do Studio Alta Arquitetura, a regularização é fundamental para o proprietário evitar multas por obras não comunicadas, ter uma maior valorização e autorização para venda ou locação, desconto em seguros, registrar o imóvel no cartório, conseguir liberação do financiamento pelo banco, entre outros. “É necessário ficar atento como funciona para evitar problemas futuros”, diz a especialista.

Fuvest.

Devido à segunda fase do vestibular da Fuvest, a avenida Paulista e as outras vias que integram o Programa Ruas Abertas terão o horário alterado neste domingo (5). Essas vias permanecerão com acesso livre para carros e ônibus até às 13h. A Paulista voltará a estar livre para as atividades de lazer da população a partir das 13h.

Mais eleições.

O deputado estadual Arthur do Val (sem partido) não desistiu de ser candidato a prefeito de São Paulo neste ano. Para isso, o parlamentar busca um partido para chamar de seu. Ele foi expulso do DEM em novembro do ano passado após uma sequência de divergências com a sigla. A gota d’água foi o Movimento Brasil Livre (MBL) ter o anunciado como pré-candidato a prefeito sem o aval do DEM. De acordo com o “Estadão”, três siglas estão de portas abertas para Arthur do Val: Patriotas, Avante e Pros.

“Tem, no mínimo, 30 mil pessoas pelas ruas da nossa cidade”

Padre Julio Lancelotti, coordenador da Pastoral Povo da Rua, sobre o crescimento de sem-teto na Capital, em entrevista à rádio “CBN”.

Comentários

Tops da Gazeta