últimas notícias
Espaço do bicho
Médico Veterinário e especialista em cirurgia plástica e reconstrutiva, Dr. Edgar toda semana aborda um tema diferente no espaço do Bicho.
[email protected]
Cachorro praia
Cachorro praia

Efeitos da seleção genética na saúde de cães de raça pura

O progresso no campo da genética nos últimos anos tem permitido o desenvolvimento de testes genéticos, que são de grande ajuda para o criador de hoje. Segundo o laboratório EVG Molekularna Diagnostika, a seleção adequada com foco na melhoria da saúde garante a existência a longo prazo das raças de cães. Os avanços da genética e o desenvolvimento de vários testes genéticos têm um grande impacto na criação moderna de cães.
Se no passado as estratégias de criação eram formadas com base em características expressas em animais, hoje é possível planejar e prever as consequências da criação com a ajuda de testes genéticos e evitar características indesejáveis na prole.
Com base no resultado de um teste genético, o acasalamento pode ser planejado com o objetivo de erradicar doenças. Nenhuma melhora na saúde da raça é esperada sem a seleção direta contra predisposições a doenças genéticas.
É necessário estar ciente de que o teste genético nos dá informações sobre uma doença específica e não sobre a saúde geral do cão.
A seleção artificial de reprodutores é feita pelas pessoas e suas decisões de criação nem sempre estão de acordo com os princípios da seleção natural. Do ponto de vista das doenças genéticas, a seleção artificial pode reduzir, manter ou aumentar a frequência dos genes das doenças.
A maioria das raças se originou de um número limitado de animais e, consequentemente, de material genético limitado.
Doenças de início tardio que desenvolvem sinais clínicos na velhice também são problemas, pois esses animais não podem ser excluídos da reprodução a tempo.
As ferramentas genéticas modernas fornecem uma grande quantidade de informações que podem ser usadas para perseguir objetivos de criação focados na saúde e funcionalidade dos cães. Criadores de cães no Brasil já podem recorrer a laboratórios sediados no país, o que minimiza o custo, no caso os laboratórios LDMVET e ALLELE.

 

 

Comentários

Tops da Gazeta

Efeitos da seleção genética na saúde de cães de raça pura
últimas notícias
Espaço do bicho
Médico Veterinário e especialista em cirurgia plástica e reconstrutiva, Dr. Edgar toda semana aborda um tema diferente no espaço do Bicho.
[email protected]
Cachorro praia
Cachorro praia

Efeitos da seleção genética na saúde de cães de raça pura

O progresso no campo da genética nos últimos anos tem permitido o desenvolvimento de testes genéticos, que são de grande ajuda para o criador de hoje. Segundo o laboratório EVG Molekularna Diagnostika, a seleção adequada com foco na melhoria da saúde garante a existência a longo prazo das raças de cães. Os avanços da genética e o desenvolvimento de vários testes genéticos têm um grande impacto na criação moderna de cães.
Se no passado as estratégias de criação eram formadas com base em características expressas em animais, hoje é possível planejar e prever as consequências da criação com a ajuda de testes genéticos e evitar características indesejáveis na prole.
Com base no resultado de um teste genético, o acasalamento pode ser planejado com o objetivo de erradicar doenças. Nenhuma melhora na saúde da raça é esperada sem a seleção direta contra predisposições a doenças genéticas.
É necessário estar ciente de que o teste genético nos dá informações sobre uma doença específica e não sobre a saúde geral do cão.
A seleção artificial de reprodutores é feita pelas pessoas e suas decisões de criação nem sempre estão de acordo com os princípios da seleção natural. Do ponto de vista das doenças genéticas, a seleção artificial pode reduzir, manter ou aumentar a frequência dos genes das doenças.
A maioria das raças se originou de um número limitado de animais e, consequentemente, de material genético limitado.
Doenças de início tardio que desenvolvem sinais clínicos na velhice também são problemas, pois esses animais não podem ser excluídos da reprodução a tempo.
As ferramentas genéticas modernas fornecem uma grande quantidade de informações que podem ser usadas para perseguir objetivos de criação focados na saúde e funcionalidade dos cães. Criadores de cães no Brasil já podem recorrer a laboratórios sediados no país, o que minimiza o custo, no caso os laboratórios LDMVET e ALLELE.

 

 

Comentários

Tops da Gazeta