últimas notícias
Espaço do bicho
Médico Veterinário, Dr. Edgar toda semana aborda um tema diferente no espaço do Bicho.
[email protected]
Tratamento bucal em cão
Tratamento bucal em cão

Dia da Saúde Oral

A grande maioria dos cães e gatos desenvolve algum problema na boca, como doenças periodontais, fraturas de dentes, tumores, injúrias ou fraturas mandibulares

No dia 25 deste mês foi comemorado o Dia Nacional da Saúde Oral, fato que nos estimulou a abordar um texto sobre este assunto muito pertinente. A grande maioria dos cães e gatos desenvolve algum problema na boca, especialmente entre 5-15 anos de idade, entre eles doenças periodontais, fraturas de dentes, tumores, injúrias ou fraturas mandibulares. Como cães e gatos necessitam da boca não apenas para ingerir alimento e líquidos, mas carregam coisas e usam a língua para higiene corporal e de sua prole, além de usar os dentes para sua própria defesa, portanto cuidar da saúde oral é extremamente importante.

Percebemos que um dos motivos mais comuns de rejeição ao contato com os pets é o mau hálito, fato que poucas pessoas sabem, a limpeza de tártaro, por exemplo, pode ser feita pelo médico veterinário frequentemente, sem a necessidade de anestesia geral, pode ser processado através de raspagem. A retirada de dentes de leite persistente nos filhotes acima de 5 meses é importante para não predispor ao desalinhamento dos dentes, como também para inibir alteração na mordedura do pet, alguns podem desenvolver prognatismo inclusive. Escovação dos dentes é indicada, com a maior frequência possível, se puder fazer diariamente melhor. É importante que se use pasta de dente específica para cães e gatos, nunca use a de humanos.

Ocorre uma predisposição de endocardite nos animais que tem a boca suja, infectada por bactérias, tem que ser evitado pois se trata de uma patologia letal. É sabido que animais que são alimentados com dietas caseiras tem uma predisposição ao acúmulo de tártaro maior do que os animais que são alimentados com ração. Existem produtos no mercado específicos para auxiliar na higiene oral, como dentastix e brinquedos para mastigação desenvolvidos para este propósito. Raças pequenas tem tendência a desenvolver mais acúmulo de tártaro e sujidade nos dentes do que raças grandes.

Comentários

Tops da Gazeta