últimas notícias
Repórter da Terra
Por Nilson Regalado - Colaborador
[email protected]
Uma "fuga de cérebros" está colocando em xeque os investimentos feitos pelo Brasil em Ciência e Inovação nas últimas décadas
Uma "fuga de cérebros" está colocando em xeque os investimentos feitos pelo Brasil em Ciência e Inovação nas últimas décadas

Unicamp bate recorde na inclusão, mas incerteza provoca fuga de cérebros do País

Quantidade de alunos egressos de escolas públicas aprovados no vestibular da Unicamp bateu recorde em 2021

A quantidade de alunos egressos de escolas públicas aprovados no vestibular da Unicamp bateu recorde em 2021. Dentre os aprovados, 1.616 foram ex-alunos de escolas públicas, o que representou 49,8% do total. Estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas somaram 33,8%. Esses números, que acabam de ser divulgados pela Unicamp, ilustram o efeito das políticas de inclusão social e democratização do acesso ao ensino universitário.

No entanto, uma “fuga de cérebros” está colocando em xeque os investimentos feitos pelo Brasil em Ciência e Inovação nas últimas décadas. Desde 2017, workshops realizados nos EUA, no Reino Unido, Japão e Suíça vêm reunindo brasileiros altamente qualificados que decidiram trocar as incertezas daqui por carreiras mais estáveis no primeiro mundo.

No final de fevereiro, um desses workshops foi realizado na Alemanha. Segundo a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP, há brasileiros atuando em 60 campos de pesquisa científica distribuídos por 50 cidades alemãs.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Brasil protagoniza uma das maiores “diásporas de cérebros” no mundo, com evasão de bacharéis, mestres, doutores e pós-doutores. Porém, não há números precisos porque o Censo que seria realizado em 2020 foi adiado. No último, realizado pelo IBGE em 2010, eram 291 mil brasileiros com nível superior de ensino vivendo no exterior...

Feijoada desfalcada...
A Associação Brasileira de Proteína Animal comemora alta de 20,3% nas exportações de carne suína em fevereiro, na comparação com o mesmo mês de 2020. O faturamento foi de US$ 185,7 milhões. A desvalorização do real frente ao dólar e a queda na produção de países afetados pela peste suína justifica essa escalada nas exportações e a disparada no preço do suíno nos supermercados brasileiros desde 2020.

...e pode piorar
Na quarta-feira, o Congresso Nacional promulgou decreto que confirmou a adesão do Brasil ao acordo celebrado pela Organização Mundial do Comércio (OMC) em 2015 para eliminação de subsídios à exportação de produtos agrícolas. Isso vai tornar o agro brasileiro mais competitivo no exterior e, com isso, ampliar ainda mais as exportações de alimentos e o impacto no seu bolso aí na cidade...

A riqueza verde do Brasil...
Fundado em 1808 por Dom João VI, o Jardim Botânico do Rio de Janeiro acaba de entregar ao mundo um presente. Após 12 anos de pesquisas, foi lançada a publicação Flora Brasil 2020. O estudo descobriu que o País abriga 46,9 mil espécies botânicas nativas.

...em números
O documento ‘escrito’ por 970 botânicos de 25 países integra uma das metas da Estratégia Global de Conservação de Plantas e da Biodiversidade da ONU, da qual o Brasil é signatário. Do total de 46,9 mil espécies nativas, quase 50% são endêmicas, ou seja, só existem aqui.

Filosofia do campo:
“Uso a palavra para compor meus silêncios”, Manoel de Barros (1916/2014), poeta mato-grossense.

Comentários

Tops da Gazeta