últimas notícias

Pedro Nastri

-
-
Foto: Gazeta de S.Paulo

Transferência do Oncocentro

Transferência do Oncocentro. O Governo planeja transferir os serviços da FOSP (Fundação Oncocentro de São Paulo), responsável pela maior produção de exames Papanicolau do serviço público, para o Hospital das Clínicas, na zona oeste da Capital. De acordo com um documento assinado pelo chefe de gabinete Eduardo Barbin, da Secretaria Estadual de Saúde, a decisão pela desmobilização se justifica pela otimização de recursos e a liberação do prédio ocupado. A administração planeja, ainda, transferir o prédio para a Prefeitura de São Paulo, com o objetivo de instalar no local uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Uma mulher na Apamagis. A juíza Vanessa Ribeiro Mateus tomou posse, no último dia 8, da presidência da Apamagis (Associação Paulista de Magistrados). Eleita em novembro com número recorde de votos (1.559), ela será a primeira mulher a comandar pelos próximos dois anos a instituição, fundada há 66 anos e considerada a maior entidade estadual de magistrados do País. Vanessa foi vice-presidente da Apamagis, titular da 8ª Vara Cível do Fórum João Mendes e responsável pela instalação do 1º Juizado Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.

IPTU 2020. A Prefeitura de São Paulo começará a enviar pelos Correios os carnês do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) a partir do dia 17 deste mês. Os primeiros carnês enviados devem chegar ao contribuinte até o dia 24 de janeiro. Já os últimos carnês serão entregues até o dia 19 de fevereiro. Quem fizer o pagamento do imposto à vista, até a data de vencimento da primeira parcela, receberá um desconto de 3%. E caso o contribuinte não receba a notificação até a data-limite, poderá emitir a segunda via da notificação no site da prefeitura ou comunicar o não recebimento da notificação em qualquer subprefeitura da Capital.

Crença na democracia. O Ministério da Saúde iniciou nesta semana a Pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico, mais conhecida como Vigitel. Em 2020, a projeção é ouvir aproximadamente 27 mil pessoas somente no primeiro semestre. O levantamento mapeia as ocorrências de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes, cânceres, obesidade, doenças respiratórias e relacionadas ao coração, que são as principais causas de mortes no País. As ligações serão feitas das 9h às 21h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h aos sábados, domingos e feriados. A participação na pesquisa é voluntária e não será perguntado nenhum dado relacionado a documentos pessoais, como CPF, RG ou mesmo dados bancários. As únicas informações pessoais que serão solicitadas será a idade, o sexo, a escolaridade, o estado civil e raça ou cor.

Comentários

Tops da Gazeta