últimas notícias
Em destaque
Por Pedro Nastri - Colaborador
[email protected]
Pedro Nastri é colunista da Gazeta e âncora na Rádio Trianon 740 AM
Pedro Nastri é colunista da Gazeta e âncora na Rádio Trianon 740 AM

Aulas

O jornalista e radialista Pedro Nastri comenta sobre as últimas notícias de São Paulo

Aulas. O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou que apenas as atividades extracurriculares para os ensinos infantil e fundamental serão mantidas e que está autorizado o retorno das aulas presenciais para o ensino médio no dia 3 de novembro. A decisão vale para a rede municipal, estadual e privada, mas é voluntária. Isto é, cabe aos pais decidir se vão enviar os filhos às escolas. É necessário, no entanto, que as unidades sigam os protocolos sanitários contra o novo coronavírus. A retomada integral das aulas presenciais nas escolas foi mais uma vez adiada em virtude dos resultados da primeira fase do Censo Sorológico realizado pela prefeitura em professores e alunos da rede pública.

"Fala criminosa". O governador João Doria, classificou a fala do presidente Jair Bolsonaro sobre não comprar a vacina chinesa mesma que ela seja aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) como criminosa. Doria afirmou ainda que se Bolsonaro confirmar suas falas irá judicializar a questão. "Se o absurdo já era grande, agora beira a situação criminal. Um Presidente da República negar o acesso a uma vacina aprovada pela Anvisa em meio a uma pandemia que já vitimou 155 mil brasileiros é criminoso". Jair Bolsonaro afirmou durante uma entrevista que o Brasil não comprará a vacina Coronavac, da empresa chinesa Sinovac e que está sendo testada no Brasil pelo Instituto Butantan, porque o medicamento não transmite segurança "pela sua origem" e não tem credibilidade.

Sabará. A Comissão de Ética do Novo informou que decidiu expulsar, por unanimidade, o candidato à Prefeitura de São Paulo Filipe Sabará por "inconsistências em seu currículo". O Diretório Nacional do partido enviou o comunicado aos filiados da capital paulista. O candidato tem 10 dias para apresentar recurso. Segundo a sigla, a apreciação do recurso não suspende a decisão da comissão de ética. "Filipe Sabará está oficialmente expulso", diz o comunicado. Amoêdo disse: "Sabará tem uma postura arrogante, incoerente e vai cair no ostracismo".

Festa. Desde o dia 23 de março, quando começou a quarentena na Capital, até o dia 18 de outubro, o serviço de solicitações por telefone da prefeitura recebeu 3.050 queixas que tinham o termo "festa" e se referiam a eventos nesse período. As denúncias feitas no serviço 156 referiam-se a estabelecimentos que ficaram abertos durante a pandemia, apesar das restrições, e também a reclamações sobre perturbação de sossego ou poluição sonora. A Secretaria Municipal das Subprefeituras informou ter interditado 1.244 estabelecimentos que descumpriram as ordens vigentes durante a pandemia. Desse total, 829 estabelecimentos eram bares, restaurantes, lanchonetes e cafeterias. 

Comentários

Tops da Gazeta