últimas notícias
Santos encerrou a partida sem gols
Santos encerrou a partida sem gols
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Santos empata com Olimpia na volta da Libertadores

Equipe paraguaia soma 5 pontos e ocupa a segunda colocação

O Santos enfrentou o Olimpia (PAR) pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores nesta terça-feira (15). O jogo acabou 0 a 0 na Vila Belmiro. 

A primeira grande chegada do jogo foi do Olímpia. Ortiz avançou pelo meio e chutou de perna esquerda para João Paulo espalmar. O Santos só assustou aos 24 minutos. Soteldo recebeu de Marinho e avançou pela esquerda. O venezuelano tocou para o meio da área, Marinho deixou passar e Pituca chutou nas mãos de Azcona.

O time paraguaio quase abriu o placar dois minutos depois. Pita recebeu pela direita e arriscou de fora da área, obrigando João Paulo a fazer grande defesa. O Santos respondeu aos 31 minutos. Carlos Sánchez tocou para Raniel, que dominou e bateu de virada, por cima do gol paraguaio. O Peixe teve nova oportunidade, aos 37 minutos. Raniel tocou para Soteldo, que entrou na área e chutou rasteiro, na saída de Azcona, que viu a bola bater na trave esquerda.

O Santos continuou melhor no início do segundo tempo. Felipe Jonathan acertou bom chute de fora da área e Azcona espalmou. Dois minutos depois, Soteldo cruzou na cabeça de Carlos Sánchez. Ele ajeitou para Raniel, mas o camisa 12 não conseguiu reagir e perdeu grande oportunidade.

A partir dos 22 minutos, o Olímpia ficou com um jogador a menos. Rodrigo Rojas deu um carrinho violento em Marinho, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Mesmo com vantagem numérica em campo, o Santos encontrou muita dificuldade para furar a defesa paraguaia, além de cair na catimba adversária. A melhor oportunidade apareceu apenas aos 47 minutos, com Madson, que recebeu sem ângulo, tentou o chute, mas Azcona jogou para escanteio.

Na próxima rodada, o Santos enfrenta o Delfín, quinta-feira (24), às 19h15min, no Estádio Jocay, em Manta (EQU). O Olímpia pega o Defensa y Justicia, na quarta-feira (23), às 19h15min, no Estádio Noberto Tomaghello, na Argentina.

Comentários

Tops da Gazeta