Edição de Hoje capa
Edições Anteriores
 
Quinta, 23 Maio 2019 12:38

Derrota na Copa do Brasil aproxima São Paulo de rotina de eliminações em mata-mata

Caso não elimine o Bahia na Copa do Brasil, os são-paulinos vão repetir o roteiro de não superar as oitavas de final de um torneio mata-mata nacional ou sul-americano, algo que ocorre desde 2016
Para passar às quartas de final, o São Paulo precisará vencer o Bahia por dois gols de diferença no jogo da volta Para passar às quartas de final, o São Paulo precisará vencer o Bahia por dois gols de diferença no jogo da volta Rubens Chiri/saopaulofc.net
Por Folhapress
De São Paulo

Único dos quatro grandes clubes paulistas que não conseguiu vencer a Copa do Brasil, o São Paulo foi derrotado nesta quarta-feira (22) pelo Bahia, por 1 a 0, no Morumbi, e corre riscos de ficar mais um ano na fila.

Além disso, caso não elimine o adversário, no próximo dia 29, em Salvador, os são-paulinos vão repetir o roteiro de não superar as oitavas de final de um torneio mata-mata nacional ou sul-americano, algo que ocorre desde 2016.

Para passar às quartas de final, o São Paulo precisará vencer o Bahia por dois gols de diferença. Se ganhar por um, as duas equipes vão decidir a classificação em cobranças de penalidades.

"Não podemos ter terra arrasada em cima de dois resultados ruins [empate sem gols e derrota por 1 a 0, ambos com o Bahia, no Morumbi] que tivemos. Se viermos aqui e fizermos questionamentos de que nada presta, perde a confiança que foi tão difícil pôr nesses meninos. Vamos manter com a confiança no elenco", disse o técnico Cuca, encarregado de reverter essa rotina de eliminações.

Em competições organizadas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ou Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), a última vez que o clube do Morumbi passou das oitavas de final aconteceu na semifinal da Copa Libertadores.

Em julho de 2016, os tricolores foram derrotados duas vezes (2 a 0, no Morumbi e 2 a 1 na Colômbia), pelo Atlético Nacional (COL), com grande atuação do atacante palmeirense Miguel Borja, autor dos quatro gols.

Dois meses depois, o São Paulo foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil pelo Juventude, clube que disputava a Série C do Campeonato Brasileiro. A equipe de Caxias do Sul venceu no Morumbi por 2 a 1 e, na volta, foi derrotada por 1 a 0 - passou por ter marcado mais gols como visitante.

Situação parecida aconteceu em abril de 2017. Na eliminação pela quarta fase da Copa do Brasil, estágio que antecede as oitavas de final, os são-paulinos perderam o confronto de ida para o Cruzeiro por 2 a 0 no Morumbi e ganharam o jogo da volta por 2 a 1 no Mineirão.

Na primeira fase da Copa Sul-Americana, em maio de 2017, o São Paulo, que empatara em 0 a 0 com o Defensa y Justicia na Argentina, ficou no 1 a 1 no Morumbi e foi desclassificado.

No ano seguinte, outra eliminação na quarta fase da Copa do Brasil e mais um clube de pouca tradição do futebol argentino tirou os são-paulinos da Copa Sul-Americana.

Em abril, o Athletico-PR derrotou a equipe paulista por 2 a 1, na Arena da Baixada, em Curitiba. No segundo jogo, no Morumbi, empate em 2 a 2.

Pela Sul-Americana, em agosto, o clube brasileiro perdeu em casa por 1 a 0 para o Colón. Na partida seguinte, na Argentina, os são-paulinos venceram por 1 a 0. Porém, na decisão por penalidades, os argentinos foram mais eficientes, venceram por 5 a 3 e ficaram com a vaga.

Neste ano, um terceiro argentino pouco conhecido fez a festa diante dos tricolores. Em fevereiro, na fase preliminar da Copa Libertadores, o Talleres ganhou por 2 a 0 na Argentina, segurou o empate sem gols no Morumbi e levou a vaga. Essa eliminação custou o emprego do técnico André Jardine.

Ao ampliar o histórico são-paulino em mata-matas em torneios nacionais e sul-americanos, o último título aconteceu em 2012, quando a equipe conquistou a Copa Sul-Americana.

Daquele ano até 2016, em 2013, os tricolores perderam a final da Recopa Sul-Americana para o Corinthians, foram desclassificados pela Ponte Preta na semifinal da Copa Sul-Americana e caíram diante do Atlético-MG nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Em 2014, o Bragantino tirou o clube do Morumbi na terceira fase da Copa do Brasil. O Atlético Nacional despachou os são-paulinos na semifinal da Copa Sul-Americana.

Na temporada seguinte, o Cruzeiro levou a vaga às quartas de final no confronto contra os são-paulinos, e o Santos avançou à final da Copa do Brasil.

Gazeta SP

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Endereço
Rua Tuim – 101 A
Moema - São Paulo - SP - CEP 04514-100.
Fone: (11) 3729-6600

Contatos
Redação - editor@gazetasp.com.br
Comercial - comercial@gazetasp.com.br

Diretor Presidente
Sergio Souza

Diretor Executivo
Daniel Villaça Souza

Diretor Comercial
Roberto Santos

Diretor de Negócios
Paulo Villaça Souza

Jornalista Responsável
Nely Rossany

Editorias
Brasil / Mundo / Estado / Capital / Grande São Paulo / Litoral / Vale do Ribeira / Serviços / Previdência / Variedades / Casa & Decoração / Turismo / Cinema

Colunistas
Pedro Nastri /
Nilson Regalado / Nilto Tatto/ Nilson Regalado/ Marcel Machado