últimas notícias

Acervo

CBF oficializa a contratação de treinadora sueca para a seleção feminina

Bicampeã olímpica, Pia Sundhage substitui o técnico Vadão, que foi demitido no início desta semana Por Folhapress De São Paulo

A CBF oficializou na manhã desta quinta-feira (25) a contratação da sueca Pia Sundhage para ser a nova treinadora da seleção feminina de futebol. Ela substitui o técnico Vadão, que foi demitido no início desta semana.

O ex-treinador já era bastante questionado durante a preparação para a Copa do Mundo, que foi realizada neste ano, na França, e as críticas só aumentaram após a eliminação nas oitavas de final do torneio. A informação sobre o acerto com a técnica havia sido divulgada inicialmente pelo Blog do Menon na noite desta quarta (24).

Pia Sundhage esteve nas últimas três finais olímpicas e conquistou duas medalhas de ouro e uma medalha de prata. Aos 59 anos, a treinadora era a responsável por liderar o projeto de desenvolvimento da base da seleção sueca, cargo do qual abriu mão para comandar a seleção brasileira pelos próximos dois anos, sendo que este vínculo pode ser ampliado por mais dois anos.

"A escolha da Pia reflete a nova dimensão que vamos imprimir ao futebol feminino no Brasil. A partir da sua chegada, desenvolveremos um planejamento totalmente integrado entre a seleção principal e a base, equilibrando objetivos de curto prazo, como Tóquio 2020, com a renovação contínua dos nossos talentos. Pia reúne a experiência e o talento perfeitos para isso. É uma enorme alegria termos essa lenda do futebol feminino no nosso time. Na busca permanente por inovação e excelência, teremos pela primeira vez, uma treinadora estrangeira comandando a seleção brasileira feminina", escreveu o presidente da CBF, Rogério Caboclo, em postagem feita no Instagram para oficializar a contratação da técnica.

Tops da Gazeta

CBF oficializa a contratação de treinadora sueca para a seleção femininaCBF oficializa a contratação de treinadora sueca para a seleção feminina
últimas notícias

Acervo

CBF oficializa a contratação de treinadora sueca para a seleção feminina

Bicampeã olímpica, Pia Sundhage substitui o técnico Vadão, que foi demitido no início desta semana Por Folhapress De São Paulo

A CBF oficializou na manhã desta quinta-feira (25) a contratação da sueca Pia Sundhage para ser a nova treinadora da seleção feminina de futebol. Ela substitui o técnico Vadão, que foi demitido no início desta semana.

O ex-treinador já era bastante questionado durante a preparação para a Copa do Mundo, que foi realizada neste ano, na França, e as críticas só aumentaram após a eliminação nas oitavas de final do torneio. A informação sobre o acerto com a técnica havia sido divulgada inicialmente pelo Blog do Menon na noite desta quarta (24).

Pia Sundhage esteve nas últimas três finais olímpicas e conquistou duas medalhas de ouro e uma medalha de prata. Aos 59 anos, a treinadora era a responsável por liderar o projeto de desenvolvimento da base da seleção sueca, cargo do qual abriu mão para comandar a seleção brasileira pelos próximos dois anos, sendo que este vínculo pode ser ampliado por mais dois anos.

"A escolha da Pia reflete a nova dimensão que vamos imprimir ao futebol feminino no Brasil. A partir da sua chegada, desenvolveremos um planejamento totalmente integrado entre a seleção principal e a base, equilibrando objetivos de curto prazo, como Tóquio 2020, com a renovação contínua dos nossos talentos. Pia reúne a experiência e o talento perfeitos para isso. É uma enorme alegria termos essa lenda do futebol feminino no nosso time. Na busca permanente por inovação e excelência, teremos pela primeira vez, uma treinadora estrangeira comandando a seleção brasileira feminina", escreveu o presidente da CBF, Rogério Caboclo, em postagem feita no Instagram para oficializar a contratação da técnica.

Tops da Gazeta