Publicidade

X

Alto valor

Possível despedida de Messi no Brasil só tem ingressos disponíveis por R$ 2.600

Na noite da última terça-feira (14), a CBF deu início à comercialização dos bilhetes, sendo o mais barato deles por R$ 200 (R$ 100 a meia)

Folhapress

Publicado em 16/11/2023 às 19:48

Atualizado em 16/11/2023 às 20:02

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Publicidade

Aos 36 anos, Messi, um dos principais responsáveis pela boa campanha da Argentina, ainda não definiu até quando vai defender seu país, mas já declarou que este será seu último ciclo de Copa do Mundo / Reprodução/Instagram/LeoMessi

A possível despedida de Lionel Messi de jogos oficiais em solo brasileiro promete lotar as arquibancadas do Maracanã no próximo dia 21, quando o Brasil vai enfrentar a Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. No momento, apenas ingressos que custam R$ 2.600 estão disponíveis para venda.

Na noite da última terça-feira (14), a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) deu início à comercialização dos bilhetes, sendo o mais barato deles por R$ 200 (R$ 100 a meia). De acordo com a entidade, a carga total é de 69 mil.

Na quarta-feira (15), às 18h, sem citar quantas entradas já tinham sido vendidas, a entidade informou que um novo lote seria colocado à venda. A reportagem apurou que cerca de 30 mil ingressos foram vendidos entre terça e quarta-feira.

Faça parte do grupo da Gazeta no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

O site da Eleven Tickets, a empresa responsável pela comercialização, registrou um pico de 738 bilhetes vendidos por minuto.

Já na manhã desta quinta-feira (16), quase todos os setores estavam esgotados. No site oficial, apenas entradas para o setor Maracanã +, com serviços de comidas e bebidas, estavam disponíveis para compra no momento da publicação deste texto. Cada entrada custa R$ 2.600.

As formas de pagamento são via PIX ou cartão de crédito. O limite de compra é de até três bilhetes por CPF. O ingresso será apenas físico e é necessária a troca do voucher adquirido no site a partir do próximo sábado (18), das 10h às 18h.

Os vouchers poderão ser trocados no Maracanã e em São Januário.

Questionada pela reportagem, a CBF não informou se um novo lote será colocado à venda.

Onde assistir Brasil x Argentina

A partida entre brasileiros e argentinos terá transmissão pela TV Globo e pelo Sportv.
O confronto será válido pela sexta rodada das Eliminatórias, lideradas até o momento pela Argentina, com 12 pontos.

O Brasil está em terceiro, com sete pontos, empatado com o Uruguai, o vice-líder, e a Venezuela, na quarta colocação.

Aos 36 anos, Messi, um dos principais responsáveis pela boa campanha da Argentina, ainda não definiu até quando vai defender seu país, mas já declarou que este será seu último ciclo de Copa do Mundo.

Desta forma, o jogo do próximo dia 21 poderá ser o último dele em uma partida oficial atuando no Brasil.

Apoie a Gazeta de S. Paulo
A sua ajuda é fundamental para nós da Gazeta de S. Paulo. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós da Gazeta de S. Paulo temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para a Gazeta de S. Paulo continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Educação

Taboão da Serra inicia entrega do uniforme escolar

Expectativa é que até o dia 15 de março todos os estudantes tenham recebido o kit completo

Direitos Humanos

'Inconcebível', diz Alckmin sobre ataques contra civis em Gaza

Assim como Lula, vice-presidente fez apelo à comunidade internacional

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter