últimas notícias

Praia Grande fiscaliza comércio de espumas de Carnaval

O Carnaval está chegando e, com isso, a fiscalização à venda ou utilização dos sprays de espuma, também conhecido como espuma de Carnaval, já está sendo intensificada em Praia Grande, na Baixada Santista. Uma lei específica proíbe a comercialização e o uso do produto na cidade.

Esta semana, equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Secretaria de Urbanismo iniciaram ações de orientação e fiscalização no comércio local. O objetivo é evitar que esse tipo de produto circule na Cidade, uma vez que pode ser prejudicial à saúde, causando alergias e irritação nos olhos ou na pele.

Na quarta-feira, foram realizadas vistorias em alguns comércios do Bairro Mirim, sendo apreendidos 201 unidades de spray, além de outras medidas como a notificação dos estabelecimentos.

De acordo com o comandante da GCM, o foco é a conscientização dos comerciantes e também da população sobre estes riscos. "O material que for encontrado será apreendido. Queremos que todos curtam a folia sem transtornos".

De acordo com a lei nº 1548/11, que trata do assunto, os infratores estão sujeitos a apreensão dos produtos bem como às sanções administrativas e pecuniárias. Poderá também ser lavrado boletim de ocorrência de periclitação de vida. Se o infrator for menor de idade, os pais serão responsabilizados pelas consequências. Caso seja constatada a comercialização irregular da espuma de Carnaval, além de ter o produto apreendido, o comerciante estará inclusive sujeito à multa, podendo ainda ter suspenso definitivamente o alvará que permite a localização e o funcionamento do comércio, no caso de
reincidência.

O auxílio da população é fundamental para combater este tipo de comércio. Denúncias podem ser feitas pelos telefones 199 e 153 da Guarda Civil Municipal. (DL)

Tops da Gazeta