últimas notícias
Segundo o governador João Doria (PSDB), é necessário ter uma atuação coordenada das forças
Segundo o governador João Doria (PSDB), é necessário ter uma atuação coordenada das forças
Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress

Doria determina prioridade para atender desabrigados

após chuvas. Governador determinou prioridade a desabrigados e remoção de moradores de áreas de risco

Depois de sobrevoar as áreas inundadas na capital paulista e região metropolitana de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, o governador João Doria (PSDB), determinou prioridade para o atendimento a desabrigados e remoção de moradores de áreas de risco. O governador também determinou que Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros e prefeituras de cidades afetadas pelas enchentes atuem de forma coordenada, além do restabelecimento de serviços públicos interrompidos pelas chuvas. Ele pediu ainda que moradores de áreas de risco deixem o local.

O Estado foi atingido por fortes chuvas desde a noite de domingo e ao menos 11pessoas morreram.

"Estamos monitorando todas as ocorrências no Centro de Gerenciamento de Emergências", afirmou Doria. "A Defesa Civil enviou equipes para os pontos afetados com técnicos do IPT [Instituto de Pesquisas Tecnológicas] e do Instituto Geológico. Transmito minha total solidariedade às famílias atingidas pelas fortes chuvas em diversos municípios do Estado."

Doria determinou ainda que a Defesa Civil defina com a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente e a Secretaria de Transportes Metropolitanos medidas emergenciais para retomada de serviços públicos parcial ou totalmente interrompidos pelas enchentes, como transporte sobre trilhos e linhas de ônibus. O monitoramento do nível de rios e mananciais também está sendo feito em tempo real. Um gabinete de crise foi instalado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC).

O secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, reforçou a determinação do governador para que a atuação estadual seja totalmente integrada ao trabalho das prefeituras. (AB)

Tops da Gazeta