últimas notícias
O governador João Doria concedeu coletiva em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP)
O governador João Doria concedeu coletiva em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP)
Foto: Henrique Barreto/Futura Press/Folhapress

'Cena mais triste da vida', diz Doria sobre mortes em Suzano

luto. Governador decretou luto oficial de três dias no Estado e prestou solidariedade às famílias das vítimas

Após visitar a Escola Estadual Raul Brasil, onde nesta quarta-feira houve um ataque a tiros, o governador João Doria (PSDB), disse que estava sob forte impacto. Ele cancelou a agenda desta quarta-feira e seguiu para o local com autoridades estaduais e municipais. O colégio fica na cidade de Suzano, a 57 quilômetros da capital paulista.

"Estou muito impactado", afirmou o governador. "A cena mais triste que assisti em toda a minha vida", disse. "Estou consternado, chocado", complementou, informando prestar solidariedade às famílias das vítimas.

Doria solicitou ainda apoio imediato a todas as vítimas e famílias, o que implica em apoio psicossocial, psicólogos, alimentação e ambulância. Segundo a assessoria do governo, a prefeitura de Suzano também vai receber apoio material para amparar as famílias. As ações relativas ao sepultamento serão amparadas pelo governo e pela prefeitura. O governador e as autoridades fizeram uma segunda vistoria na escola que foi isolada.

A escola reúne estudantes do ensino fundamental e médio. No local, também funciona um centro de línguas
estrangeiras.

Luto.

O governador decretou luto oficial de três dias no Estado, acompanhado de bandeiras a meio-mastro, em reação ao tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano.
(AB e EC)

Tops da Gazeta