últimas notícias
A paulistana Caroline Bittencourt era modelo internacional e apresentadora de televisão
A paulistana Caroline Bittencourt era modelo internacional e apresentadora de televisão
Foto: REPRODUÇÃO INSTAGRAM

Modelo morre durante temporal no litoral norte

TRAGÉDIA. Caroline Bittencourt caiu de barco durante vendaval ao atravessar de Ilhabela a São Sebastião com o marido

O corpo da modelo Caroline Bittencourt, de 37 anos, foi localizado por volta das 16h30, entre as praias da Cigarras e Figueira, em São Sebastião, quase 24 horas após ter desaparecido no Canal de São Sebastião. A modelo caiu de um barco durante um vendaval quando atravessava da Ilhabela para São Sebastião com o marido, o empresário Jorge Sestini.

De acordo com a Capitania dos Portos, o corpo foi achado perto da praia das Cigarras, em São Sebastião, e tem as mesmas características da modelo e as roupas que ela usava na ocasião. Três embarcações dos bombeiros marítimos participaram da operação de resgate, além de helicóptero. O corpo foi encaminhado para o IML de São Sebastião. A identidade da modelo foi confirmada pelo sogro dela, Alfredo Sistini.

A embarcação com Jorge e Caroline deixou a ilha às 16h40 com destino à Praia Pontal da Cruz, quando, devido à força dos ventos e da maré, a modelo foi lançada ao mar. Segundo relatos feitos por Jorge ao Gbmar (Grupamento de Bombeiro Marítimo), logo após ser resgatado, ele teria se jogado na água, mas não conseguiu salvar Caroline. O barco teria ficado à deriva e levado em direção ao alto mar. O barco foi localizado na manhã desta segunda.

No fim da manhã de segunda, a assessoria de Caroline afirmou que não conseguia falar com a modelo. Caroline Bittencourt era paulistana, modelo e apresentadora de televisão brasileira, já tendo trabalhado na RedeTV! e na Record TV. Na Itália, ela desfilou para estilistas como Valentino Garavani e Roberto Cavalli.

ESTRAGOS.

Os estragos causados pelo vendaval de domingo na cidade de Ilhabela, no litoral norte do estado de São Paulo, fez com que a cidade decretasse estado de emergência na manhã desta segunda-feira. Segundo a Defesa Civil, o temporal junto com os ventos, que chegaram até 123 km/h, derrubaram 300 árvores, deixaram a maré agitada, paralisaram a balsa por mais de 3 horas e deixaram moradores da ilha sem energia elétrica. As aulas da rede pública foram suspensas por causa do desabastecimento de água e energia.

Até a tarde desta segunda-feira não havia informações sobre desalojados. Os estragos na cidade estão sendo contabilizados.

Segundo a Marinha, as embarcações atracadas em marinas foram arrastadas para areia ou alto mar e ficaram à deriva.

Uma família com um bebê de nove meses foi resgatada de um bote à deriva. As seis pessoas estavam em um iate que naufragou após encher de água e foram encontradas por um pescador. O grupo foi resgatado próximo a uma região conhecida como Ponta das Canas, na região norte de Ilhabela. Ninguém se feriu. (EC)

Tops da Gazeta