últimas notícias
Vereadores mantiveram o mandato da vice-prefeita da cidade de Sorocaba, durante sessão extraordinária
Vereadores mantiveram o mandato da vice-prefeita da cidade de Sorocaba, durante sessão extraordinária
Foto: Arquivo PMS

Vereadores mantêm mandato da vice-prefeita de Sorocaba

Na manhã desta quarta- feira, a Câmara dos Vereadores manteve o mandato da vice-prefeita de Sorocaba, durante sessão extraordinária. Jaqueline Coutinho (PTB) era acusada pela Comissão Processante de infração político-administrativa por ter usado um ex-funcionário do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) para serviços

particulares.

Dos 20 parlamentares, 13 votaram a favor do relatório que recomendou a cassação da vice-prefeita e sete foram contrários. Eram necessários pelo menos 14 votos para que a vice-prefeita perdesse o mandato.

Como o relatório da Comissão Processante é extenso, só foram lidos os trechos solicitados. Na sequência, os vereadores tiveram 15 minutos para se manifestar e a defesa de Jaqueline pôde falar por até duas horas.

Após a votação, Jaqueline se emocionou com o resultado. Em seguida, foi uma assinada uma ata que será encaminhada à Justiça para dar início ao processo de arquivamento do caso.

"A nossa defesa sempre foi no sentido de demonstrar que não pratiquei infração político-administrativa ou qualquer infração em nenhum momento. As provas demonstram isso. Não só as provas testemunhais, como as provas que eu apontei na minha defesa. Mas acima de tudo a gente vê que a ordem democrática não foi subvertida, ela foi mantida, já que a cassação de um mandato político legítimo pode se caracterizar, se injusta, algo muito ofensivo à democracia", disse Jaqueline ao "G1". (GSP)

 

Tops da Gazeta