últimas notícias
Unidade móvel em Barretos faz exame para detectar câncer de pulmão; atendimentos são gratuitos
Unidade móvel em Barretos faz exame para detectar câncer de pulmão; atendimentos são gratuitos
Foto: Divulgação

Unidade faz exame gratuito para detectar câncer de pulmão

Ainda em sua fase piloto, unidade móvel atende em Barretos e já detectou um caso da doença e outros dois tipos de câncer

Ainda em sua fase piloto, uma unidade móvel desenvolvida para rastrear câncer de pulmão já detectou um caso da doença e outros dois tipos de cânceres em Barretos, no interior paulista. O projeto é do Hospital de Amor, sediado na cidade do interior, e tem como objetivo combater a mais letal entre as neoplasias malignas. Só em 2018, o hospital tratou cerca de 1.300 pacientes com a doença, dos quais 400 eram casos novos - mais de um por dia, em média.

O exame, indisponível no SUS e em parte da rede privada, consiste em uma tomografia computadorizada de baixa dose, feita com radiação que se assemelha a 4 ou 5 raio-X de tórax. A carreta foi desenvolvida em parceria com uma empresa holandesa e com recursos do MPT (Ministério Público do Trabalho), oriundo de multas recebidas pelo órgão.

Foram examinados até agora 150 pacientes, todos de Barretos. Em 15 foram encontrados nódulos suspeitos, o que resultou na marcação de reavaliação em três meses. Um paciente foi diagnosticado com câncer de pulmão e já está em tratamento. Outros dois tinham tumores de mama e esôfago.

A decisão de implantar a carreta móvel se deveu à tentativa de diagnosticar mais precocemente a doença e, também, combater a exposição aos fatores de risco, segundo o radiologista do hospital Rodrigo Sampaio Chiarantano, 43.

Diferentemente do que ocorre com outras unidades móveis criadas pelo hospital, os exames só serão feitos em pacientes que estejam no grupo de risco: pacientes entre 55 e 75 anos, que sejam fumantes atuais ou que tenham parado há menos de 15 anos e que tenham histórico de tabagismo superior a 30 anos/maço.

O programa piloto está sendo feito no hospital em Barretos, após parceria com a prefeitura para examinar fumantes atendidos pela saúde local. Os casos estão sendo absorvidos pelo próprio hospital.
(FP)

Tops da Gazeta