últimas notícias
O governador João Doria (PSDB), ao lado do deputado federal Alexandre Frota, durante coletiva
O governador João Doria (PSDB), ao lado do deputado federal Alexandre Frota, durante coletiva
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Aécio pode se defender fora do PSDB, diz Doria

expulsão. "A meu ver, o deputado tem todo o direito a formular a sua defesa," diz Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta terça-feira (20) que o correligionário Aécio Neves (MG) deveria fazer sua defesa fora do partido.

"A meu ver, o deputado Aécio Neves tem todo o direito a formular a sua defesa, confiante na sua inocência, mas pode fazê-lo fora do PSDB", afirmou após reunião com a bancada da Câmara, em Brasília.

O pedido de expulsão do ex-presidenciável tucano deve começar a ser discutido nesta quarta-feira (21) pela Executiva do partido. O ex-senador por MG é investigado e se tornou réu em 2018, sob acusação de obstrução de Justiça. Ele ainda não foi julgado, mas há pressão para que peça afastamento.

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, afirmou que conduzirá o processo com imparcialidade. "Há uma representação apresentada pela capital de São Paulo, ontem [segunda]. Amanhã [quarta] o partido vai analisar na sua Executiva a admissibilidade do processo."

Aécio e seus aliados, como o mineiro Paulo Abi-Ackel, não compareceram à reunião com o governador.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também compareceu ao encontro que tinha como objetivo apresentar o deputado Alexandre Frota (SP) como novo membro da bancada do PSDB.

Sobre Alexandre Frota, Doria elogiou e deu boas vindas ao deputado. O presidente do partido, Bruno Araújo, afirmou que o papel desempenhado por ele na vida pública foi uma surpresa. "Todos se surpreenderam com a postura de Frota desde que assumiu mandato", disse o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (PSDB-SP). (FP e EC)

Tops da Gazeta