últimas notícias
Estação ferroviária da antiga Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), em Presidente Epitácio, pegou fogo
Estação ferroviária da antiga Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), em Presidente Epitácio, pegou fogo
Foto: Divulgação PMPE

Incêndio destrói estação ferroviária no Interior

Suspeita é de que o incêndio tenha sido criminoso; estação foi inaugurada em 1921

A história das ferrovias paulistas acaba de sofrer mais um golpe. Um incêndio destruiu, na segunda-feira (26), a estação ferroviária da antiga Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), em Presidente Epitácio, no extremo oeste do Estado. A estação era o ponto final da linha tronco da Sorocabana, que se iniciava na Estação Júlio Prestes, no centro da Capital. A prefeitura, que obteve a cessão de uso do prédio, tinha um projeto aprovado para restaurar o imóvel, que ficou muito tempo
abandonado.

O fogo atingiu a estrutura do telhado e parte da cobertura desabou. A suspeita é de que o incêndio tenha sido criminoso. No dia 6 de junho do ano passado, a prefeitura obteve a cessão de uso gratuito do prédio, que integra o patrimônio da União, junto ao Departamento de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pelo acervo ferroviário paulista.

Assim que obteve a posse, o município elaborou um projeto de reforma, aprovado pelo Conselho Municipal de Turismo, e passou a buscar recursos junto ao Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur), órgão estadual. O custo da obra estava estimado em R$ 600 mil.

Após o restauro, a estação abrigaria a Secretaria de Turismo e Cultura e o acervo fotográfico do município. Havia também projeto de um trem turístico com partidas da
estação.

As causas do incêndio são investigadas pela Polícia Civil. Uma avaliação preliminar constatou que a fachada do edifício resistiu às chamas. A estrutura interna está sendo avaliada pelo setor de engenharia da prefeitura. Ainda não se sabe quanto custará para recuperar o prédio.

História.

A Estrada de Ferro Sorocabana foi criada em 1870 e teve o primeiro trecho, entre São Paulo e Sorocaba, inaugurado em 1875. A extensão da linha férrea até Presidente Epitácio aconteceu em agosto de 1921, no dia em que o presidente da época, Epitácio Pessoa, visitou a vila, até então denominada Porto Tibiriçá.
(EC)

Tops da Gazeta