últimas notícias

Procon multa Vivo em R$ 3,5 milhões

A Fundação Procon-SP, ligada ao governo estadual de São Paulo, multou a Vivo/Telefônica em R$ 3,5 milhões por cobranças indevidas que a tele fez a seus consumidores e ex-clientes. A penalidade foi antecipada pela coluna Monica Bergamo do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o presidente do órgão, Fernando Capez, fiscais apuraram que, em dezenas de casos, a Vivo cobrou por serviços que não prestou, ou que já haviam sido pagos ou mesmo por pacotes já cancelados
anteriormente.

A empresa exigiu pagamentos sem que houvesse a prestação do serviço, entregou serviços não solicitados e deixou de apresentar soluções às demandas feitas por consumidores, dentro do prazo de cinco dias úteis. (FP)

Tops da Gazeta