últimas notícias
Procurado pela Gazeta, Celso Vasconcelos disse que não foi exonerado
Procurado pela Gazeta, Celso Vasconcelos disse que não foi exonerado
Foto: Reprodução/Facebook

Secretário de Embu das Artes pede afastamento após denúncia

Celso Vasconcelos pediu afastamento do cargo após ser alvo de uma denúncia no MPSP, no qual ele teria tentado impedir a ação de fiscais da prefeitura em defesa de uma empresa privada

O secretário de Serviços Urbanos de Embu das Artes, Celso Vasconcelos, pediu afastamento do cargo após ser alvo de uma denúncia no Ministério Público do Estado de São Paulo (MPSP), que ele teria tentado impedir a ação de fiscais da prefeitura em defesa de uma empresa privada.

De acordo com o processo, o secretário encontrou os fiscais em uma madeireira na cidade e após uma confusão teria desacatado os servidores com palavrões. A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou o secretário não estava mais no local. O caso foi na última semana.

Procurado na tarde de ontem (29), Celso Vasconcelos disse à Gazeta que não foi exonerado. "Me afastei do cargo na última sexta-feira (24), em respeito ao pedido do MP e também para me dedicar nas investigações. Não interferi no trabalho de ninguém, fui tentar conversar com os fiscais, já que percebi que o dono do local estava nervoso e fui tratado com ofensas. O proprietário não é meu primo, como diz um dos fiscais".

Ainda de acordo com Vasconcelos, a denúncia diz que ele estava com o carro da prefeitura. "Estava com carro particular e fui ao local para um serviços pessoal, não sabia que os fiscais estavam lá".

A Prefeitura de Embu das Artes abriu uma sindicância e diz que também acompanha o caso.

Tops da Gazeta