últimas notícias

Estado

Iniciativa teve adesão dos empresários que doaram 180kg de álcool em gel e duas mil máscaras
Iniciativa teve adesão dos empresários que doaram 180kg de álcool em gel e duas mil máscaras
Foto: Divulgação ADPESP

ADPESP fará doação de álcool em gel e máscaras para delegacias do estado de SP

Iniciativa teve adesão dos empresários que doaram 180kg de álcool em gel e duas mil máscaras; os itens foram direcionados à Secretaria Executiva da Polícia Civil, que fará a distribuição

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) iniciou uma campanha junto ao empresariado paulista para doação de álcool em gel e máscaras de proteção, para serem distribuídas em delegacias do Estado. A iniciativa teve adesão dos empresários que doaram 180kg de álcool em gel e duas mil máscaras. Os itens foram direcionados à Secretaria Executiva da Polícia Civil, que fará a distribuição.

Complementando a ação, a ADPESP efetuou a compra de mais 65kg de álcool em gel e embalagens, e a doação extra de mais 50 litros, que serão distribuídos aos delegados em curso na Acadepol, e, também, outras unidades policiais. A Associação também está destinando cerca de 27kg de álcool em gel para cada Deinter (Departamento do Interior).

“Em um momento de crise, como a pandemia que estamos enfrentando, é importante a união de todos. A ADPESP tem como fundamento defender os interesses da classe à qual representa, mas não nos esquecemos – um só minuto – que o Delegado de Polícia é um ser humano. Precisamos proteger e valorizar o ser humano policial”, diz Gustavo Mesquita Galvão Bueno, presidente da Associação.

Campanha de vacinação

Na última segunda-feira, a ADPESP protocolou junto à Secretaria de Segurança Pública (SSP) um pedido para que o governo de São Paulo antecipe a vacinação dos profissionais da segurança, que seguem exercendo suas atividades, sem a possibilidade de home office. O início da campanha foi antecipado para o dia 23, tendo como público alvo as pessoas idosas e os profissionais da saúde.

“Os policiais civis, assim como os profissionais da saúde, seguem exercendo suas funções em contato direto com o público em geral, estando altamente expostos à contaminação. Sabemos que a vacina para a gripe não imuniza contra o Covid-19, mas tem especial importância na questão do diagnóstico do vírus, ao excluir a possibilidade de contaminação pela gripe comum”, esclarece Mesquita.

No ofício, além de pleitear que os profissionais da segurança sejam incluídos nessa primeira fase da campanha, a ADPESP sugere, avaliando-se a viabilidade, que que sejam designadas equipes de profissionais da saúde para vacinação nas próprias unidades policiais.

Comentários

Tops da Gazeta