últimas notícias
Paulo Alexandre Barbosa é prefeito de Santos pelo PSDB
Paulo Alexandre Barbosa é prefeito de Santos pelo PSDB
Foto: Nair Bueno/Diário do Litoral

Prefeitos da Baixada Santista anunciam reduções em seus salários

Prefeito de Santos foi o primeiro a anunciar a redução; situação se repete agora em Itanhaém e Mongaguá

O prefeito de Itanhaém, Marco Aurélio Gomes, anunciou, na última segunda-feira (13), um pacote de medidas administrativas, econômicas e sociais para o enfrentamento do coronavírus na Cidade. Entre as ações estão o corte de despesas, a entrega de kit alimentação, o reforço no distanciamento social nas agências bancárias, Correios, casas lotéricas e mercados, a implantação da telemedicina para tirar dúvidas sobre a Covid-19, além da redução salarial dos agentes políticos.

Nas redes sociais, Marco Aurélio anunciou a redução de 30% dos salários de prefeito, vice-prefeito, procurador jurídico e secretários municipais durante a pandemia de coronavírus. Os valores serão revertidos para ações de combate ao vírus.

Além disso, outras medidas de contenção e corte de despesas serão realizadas como o corte de horas extras, a concessão de férias e licenças prêmios nesse período, redução da jornada de trabalho para seis horas contínuas, congelamento de despesas e a renegociação de todos os contratos em vigor.

MONGAGUÁ

O prefeito de Mongaguá, Márcio Melo Gomes, anunciou ontem nas redes sociais a redução de 50% de seu salário. O percentual de redução dos demais cargos comissionados será informado hoje.

SANTOS

No começo da noite do último domingo (12), o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, também anunciou a redução de 30% em seu salário durante o período de pandemia e quarentena. Além dos próprios ordenados, a decisão do chefe do Executivo santista também se estenderá ao seu vice e secretários.

"Estamos passando por uma das maiores crises dos últimos tempos. Enquanto o congresso discute a irredutibilidade de salário, já estamos fazendo a nossa parte com a redução na mesma proporção da queda de arrecadação, que deve chegar a 30%", afirmou o prefeito em suas redes sociais.

Comentários

Tops da Gazeta