últimas notícias
O prefeito Bruno Covas e o governador João Dória durante coletiva de imprensa na quarta (27), quando anunciaram plano de retomada econômica
O prefeito Bruno Covas e o governador João Dória durante coletiva de imprensa na quarta (27), quando anunciaram plano de retomada econômica
Foto: Rogério Galasse/Futura Press/Folhapress

São Paulo chega a 100 mil casos oficiais da Covid-19 e ultrapassa 7 mil mortes

Mesmo com o aumento de casos e mortes, o governo de São Paulo decidiu lançar na última quarta-feira um processo de abertura gradual da economia

O estado de São Paulo chegou nesta sexta-feira (29) a 101.556 casos oficiais e 7.275 mortes decorrentes do novo coronavírus. São 295 mortes registradas a mais - que não necessariamente ocorreram nas últimas 24 horas - do que no dia anterior.

Neste momento há 12,5 mil pacientes internados no Estado com Covid-19, sendo 4.710 em UTI e 7.822 em enfermaria.

Macaque in the trees
Arte: Gazeta de S.Paulo

Mesmo com o aumento de casos e mortes, o governo de São Paulo decidiu lançar na última quarta-feira um processo de abertura gradual da economia, que passa a valer a partir da próxima segunda-feira (1º).

Inicialmente, a região metropolitana de São Paulo e a Baixada Santista estariam em um nível mais restrito. Mas, depois de pressão de prefeitos, Doria cedeu e resolveu flexibilizar mais a retomada econômica nessas regiões.

Com isso, poderá ser permitido a partir da semana que vem na Baixada e na Grande São Paulo a abertura de shoppings centers, comércio, imobiliária, concessionária e escritórios.

O governador garantiu que ouviu a ciência e a medicina, e não os empresários, para tomar a decisão.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta