últimas notícias
Ato em São Paulo em homenagem às vítimas da Covid-19
Ato em São Paulo em homenagem às vítimas da Covid-19
Foto: Divulgação/MBL

João Doria diz que SP está 'muito próximo do platô'

O platô é a estabilidade na elevação da curva de novos registros da doença seguida da diminuição de novos casos e mortes de Covid-19

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou na manhã desta quarta-feira que o Estado está muito próximo de “atingir o platô” de casos de mortes provocadas pelo novo coronavírus. O platô é a estabilidade na elevação da curva de novos registros da doença seguida da diminuição de novos casos e mortes de Covid-19.

“Nós estamos muito próximos do platô, que é aquela faixa superior e muito próximos de chegar a esse momento aqui no estado de São Paulo. Depois, dizem os especialistas, médicos, cientistas, epidemiologistas e infectologistas que esse platô segue em uma linha horizontal e depois, na sequência, é o que nós esperamos, o decréscimo”, afirmou ele durante entrevista à “GloboNews”.

Segundo o governador, o estado de São Paulo registrou 144 mortes a menos na semana epidemiológica. “Isso já é um reflexo da chegada muito próxima desse platô. A recomendação fundamental é para as pessoas que ainda puderem permanecerem em casa, ficarem em suas casas, e as que tiverem que sair usarem máscaras.”

O governo paulista iniciou a flexibilização gradual da quarentena em 1º de junho, antes que houvesse queda sustentada de novas mortes ou casos confirmados da doença.

Máscaras

O governador João Doria anunciou na tarde de segunda-feira (29) que haverá multa de R$ 500 a pessoas que forem flagradas sem máscara em espaço público no estado de São Paulo. Já os estabelecimentos comerciais serão multados em R$ 5 mil por pessoa que estiver sem o equipamento de proteção ao novo coronavírus. A medida passa a valer a partir de 1º de julho.

"Se tiverem 20 pessoas, serão 20 multas sucessivas. Não é cabível, diante de uma pandemia, que qualquer estabelecimento, público ou privado, que existam pessoas em proximidade sem estarem conscientes da importância da exigência da máscara", disse o governador, se referindo aos estabelecimentos comerciais do Estado.

De acordo com Doria, o estado de São Paulo alcançou um nível de uso de máscara em ambiente público de 93%, e a Capital, de 97%. A intenção do governo paulista é chegar a 100% do uso do equipamento. A fiscalização ficará a cargo dos órgãos de vigilância sanitária estadual e municipais.

O valor integral das multas será revertido ao programa Alimento Solidário.

 

Comentários

Tops da Gazeta