últimas notícias
Anúncio foi feito em coletiva na tarde desta quinta-feira
Anúncio foi feito em coletiva na tarde desta quinta-feira
Foto: Divulgação/Governo de SP

Governo de SP estima até 8 mil mortes pela Covid-19 até 15 de julho

Nesta quinta foram registradas 15.351 vítimas fatais e 302.179 pessoas infectadas com a Covid-19 no Estado

Após terminar junho com 15.030 mortes confirmadas pelo novo coronavírus, o governo de São Paulo prevê que até 15 de julho haja entre 3 mil e 8 mil novas mortes pela Covid-19. Já o total de infecções pela doença deve ficar entre 355 mil e 470 mil. As informações foram divulgadas pelo secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Nesta quinta foram registradas 15.351 vítimas fatais e 302.179 pessoas infectadas com a Covid-19 no Estado.Também houve o maior número de casos registrados da doença no período de 24 horas. Para o coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus, Paulo Menezes, isso se deve ao aumento da iniciativa privada no processo de testagem de pacientes e melhoria na coleta de exames nos municípios. "Acho que nós estamos vivendo também esse reflexo do aumento de testagem de casos leves”, disse.

Na coletiva foi informado também que houve a transferência de 160 pacientes do Interior para conseguir um leito de internação no município de São Paulo. De Campinas, por exemplo, foram transferidos 88 pacientes.

A secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, anunciou mudança no Plano São Paulo para autorizar que as cidades que estão na fase laranja possam optar por abrir suas lojas por seis horas por dia, quatro dias por semana. A fase laranja é a segunda mais grave. A mudança terá validade a partir da semana que vem e foi um pedido de prefeitos do Estado.

 

Comentários

Tops da Gazeta