últimas notícias
Bruno Covas, prefeito da cidade de São Paulo
Bruno Covas, prefeito da cidade de São Paulo
Foto: Divulgação/Governo do Estado

Bares e restaurantes voltam a funcionar na Capital na segunda

Governo e prefeitura também divulgaram permissão para reabertura, ainda sem data, de academias de ginástica e atividades culturais, como cinemas e teatro

O Prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), anunciou na tarde desta sexta-feira que os bares, restaurantes e salões de beleza voltarão a funcionar na cidade a partir da próxima segunda-feira (6). Há o estudo também para a permissão de reabertura de academias de ginástica, além de teatros, cinemas e outras atividades culturais.

Segundo Covas, os protocolos com os setores envolvidos serão assinados neste sábado (4). “Amanhã apresentaremos a versão final dos protocolos e das regras que serão observadas por esses setores”, disse.

O prefeito também anunciou que setores que já funcionavam na fase laranja poderão ampliar o atendimento de quatro para seis horas, como os shoppings e o comércio de rua.

Academias e teatros

Na entrevista coletiva, a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen, anunciou que regiões que estiverem na fase amarela também passarão a ter a permissão para a reabertura de academias de ginástica. As academias deverão funcionar com 30% do público, sem atividades em grupo e sem a permissão de uso dos vestiário.

O prefeito de São Paulo, porém, disse que ainda vai discutir esse assunto com os técnicos municipais para anunciar a reabertura das academias.

Além disso, Ellen anunciou que no dia 27 de julho as regiões que estão na fase amarela poderão retomar atividades culturais, eventos e convenções, caso essas regiões se mantenham nesse nível até lá. Nesses locais, só será permitido público sentado, a capacidade de ocupação dos espaços deverá ser de 40% e todo espaço poderá funcionar por, no máximo, até seis horas diárias.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta