últimas notícias
Durante coletiva, João Doria exaltou a chegada da vacina ao Brasil, e explicou os procedimentos
Durante coletiva, João Doria exaltou a chegada da vacina ao Brasil, e explicou os procedimentos
Foto: Reprodução/Governo de SP

Testes da vacina chinesa começam amanhã, confirma governo de SP

Dimas Covas disse que seu grau de otimismo de zero a 10 em relação à vacina 'é 11'

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, confirmou a chegada de 20 mil doses da vacina Coronavac à sede do instituto, na capital paulista. Segundo ele, os testes da vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech começam amanhã no Hospital das Clínicas, também na cidade de São Paulo.

Leia mais:

Vacina chinesa chega a SP e é levada ao Instituto Butantan

Governo de SP diz que protocolo para volta às aulas presenciais está mantido

Dimas Covas disse que seu grau de otimismo de zero a 10 em relação à vacina “é 11”. “O Brasil está em uma posição de expectativa não só para os brasileiros: para o mundo. Podemos ter aqui no Brasil a primeira vacina a ser usada em massa”, afirmou.

O governador João Doria (PSDB) também exaltou a chegada da vacina ao Brasil, e explicou os procedimentos.

“A estimativa é de concluir todo o estudo da fase 3 de testes em até 90 dias. Procedimentos similares serão feitos em outros centros de pesquisas em outros estados brasileiros. Os testes serão acompanhados por uma comissão de pesquisadores internacionais”, disse o governador.

Por enquanto, há 890 voluntários em São Paulo, todos médicos e paramédicos. Os testes com a vacina também serão feitas em outros cinco estados brasileiros, sob a coordenação do Instituto Butantan.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta