últimas notícias
Movimentação intensa na cidade de Campinas após reabertura do comércio no interior paulista
Movimentação intensa na cidade de Campinas após reabertura do comércio no interior paulista
Foto: Denny Cesare/Código 19/Folhapress

Com 30 mil mortes, SP ultrapassa Espanha em óbitos pela Covid-19

De acordo com a secretaria estadual da Saúde, São Paulo tem 30.014 óbitos e 804.342 casos confirmados da doença ao total

Após pouco mais de seis meses do primeiro caso de coronavírus na Capital, o estado de São Paulo chegou nesta segunda-feira à marca de 30 mil mortes pela doença. De acordo com a secretaria estadual da Saúde, São Paulo tem 30.014 óbitos e 804.342 casos confirmados ao total.

Macaque in the trees
Arte: Gazeta de S.Paulo

O estado de São Paulo já tem mais mortes do que a Espanha, que tem uma população parecida (cerca de 47 milhões de pessoas vivem no país europeu e 44 milhões no Estado brasileiro), e registrou 29 mil mortes até o momento.

No continente, o Estado tem mais mortes do que Argentina (8,4 mil), Chile (11,2 mil), Bolívia (4,9 mil), Paraguai (308), Uruguai (44) e Venezuela (381), de acordo com levantamento do “G1”.

A média móvel de mortes foi de 216 óbitos por dia nesta segunda. Essa média leva em consideração os registros dos últimos sete dias e, dessa maneira, minimiza as diferenças de notificações dos municípios paulistas.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 51,3% na Grande São Paulo e 54% no Estado. O número de pacientes internados é de 11.267, sendo 6.312 em enfermaria e 4.955 em unidades de terapia intensiva.

O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta segunda que o Estado registrou a terceira semana seguida de queda de óbitos e internações por Covid-19. Entre os dias 23 e 29 de agosto, houve redução de 4% nos óbitos e de 4,4% nas internações em relação à semana anterior, entre os dias 16 a 22 de agosto, disse Doria.

Galeria de Fotos

Comentários

Tops da Gazeta