últimas notícias
Lance mínimo deste terreno Ipiranga no Ipiranga, na Capital, foi de R$ 11.800.000,00
Lance mínimo deste terreno Ipiranga no Ipiranga, na Capital, foi de R$ 11.800.000,00
Foto: Divulgação

Governo arrecada mais de R$ 70 milhões com imóveis vendidos em dois dias

Todos os imóveis, que não têm mais uso, estão catalogados no Conselho do Patrimônio do Estado

Foram vendidos 24 de 38 imóveis à venda pelo Governo do Estado de São Paulo nos dias 29 e 30 de setembro. O valor total obtido foi R$ 73,7 milhões, o equivalente a 42% a mais que a avaliação mínima.

 

O interessados nos imóveis tiveram acesso aos preços iniciais e às características dos imóveis pelo site imoveis.sp.gov.br, assim como puderam participar dos certames online e também presencial.

 

Todos os imóveis, que não têm mais uso, estão catalogados no Conselho do Patrimônio do Estado. Os que não foram vendidos serão licitados novamente até dezembro.

 

“Os imóveis com o maior número de interessados foram duas garagens da Polícia Civil, ao lado do metrô Butantã, com 15 participantes. Mesmo com a pandemia, o crescimento das receitas com a venda de imóveis públicos já foi de 70% nesse ano, o que reflete o nosso compromisso em aumentar a eficiência governamental”, diz o presidente do Conselho do Patrimônio do Estado, Bruno Correia.

 

Em 2020, o governo já arrecadou R$ 80,2 milhões com 31 imóveis, além de 15 imóveis vendidos pelo Fundo de Investimento Imobiliário, com rendimento de R$ 50 milhões. O valor arrecadado será utilizado nas áreas de segurança pública, saúde e educação. As informações e a lista das vendas efetuadas podem ser acessadas pelo site imoveis.sp.gov.br.

Imóveis por região

Na região de Araçatuba, são dois imóveis (General Salgado e Araçatuba), em um total de R$ 558 mil.

Na região de Marília, são três imóveis: Assis, Garça e Ipaussu, em um total de R$ 1,3 milhão.

 

Na região de Bauru, são três imóveis: Cabrália Paulista, Jaú e Lins num total de R$ 746 mil.

Na região de Campinas, são cinco imóveis: Amparo, Bragança Paulista, Campinas, São Pedro e Sumaré, em um total de R$ 57,43 milhões.

Na Capital, são dez imóveis em diversas regiões, totalizando R$ 84,4 milhões.

Na região de São José do Rio Preto, são três imóveis: Cardoso, Neves Paulista e Tabapuã, em um total de R$ 208 mil.

Na região Central, são seis imóveis: Araraquara (3), Santa Lucia, Santa Rita do Passa Quatro e São Carlos, em um total de R$ 6,7 milhões.

Na região de São José dos Campos, são dois imóveis: Aparecida e Cachoeira Paulista, em um total de R$ 269 mil.

Na cidade de Ribeirão Preto, são dois imóveis, totalizando R$ 3,24 milhões.

Na região de Sorocaba, há um imóvel em Piedade, no valor de R$ 543 mil.

Na cidade de Barretos, existe um terreno, no valor de R$ 199 mil.

Comentários

Tops da Gazeta