últimas notícias
Rachel Chini ao lado do atual prefeito, Alberto Mourão. Ambos são do PSDB
Rachel Chini ao lado do atual prefeito, Alberto Mourão. Ambos são do PSDB
Foto: Divulgação

Raquel Chini, do PSDB, é eleita prefeita de Praia Grande

Candidata tucana bateu Danilo Morgado (PSL) e dará prosseguimento a trabalho iniciado pelo prefeito Alberto Mourão ainda em 1989

Raquel Chini é a mais nova prefeita de Praia Grande, no litoral de São Paulo. A candidata do Partido da Social Democracia Brasileira venceu Danilo Morgado (PSL), nome que teve apoio do Governo Federal e do presidente Jair Bolsonaro para concorrer ao Executivo praiagrandense.

Nascida na Capital São Paulo, em 1958, Chini se mudou para Praia Grade no ano de 1969. Ela iniciou sua carreira no poder público em 1993, quando foi convidada pelo Prefeito Alberto Mourão para assumir a secretaria de obras do Município, onde permaneceu até 1996.

Em seguida, ela ocupou o cargo de diretora técnica da autarquia Prodepg, entre 1997 e 1998, e superintendente da mesma entidade em 1998 e 1999, ao mesmo tempo em que acumulou a Secretaria de Governo. A tucana seguiu como superintendente e autoridade de Trânsito, no biênio 1999/2000.

A partir de 2001 ela atuou como autônoma na área de projetos, construção e assessoria em documentação, cargo que deixou em 2004. Em 2005 retornou para a Prefeitura de Praia Grande, assumindo o comando da Secretaria de Gestão Patrimonial, onde permaneceu até 2008, cuidando da manutenção de prédios públicos e da frota. Em seguida, ela assumiu a Secretaria de Serviços Urbanos em 2009 e ficou até o ano seguinte. De 2011 a 2012, foi secretária de Urbanismo e Meio Ambiente.

Com a criação da Secretaria de Transportes, Raquel Chini foi a primeira a assumir a pasta de 2013 a 2015, e pela gestão foi convidada novamente para liderar a Secretaria de Transportes no quinto mandato de Alberto Mourão, assumindo em 2016, permanecendo até 2019.

Agora, Raquel assumirá a Prefeitura de Praia Grande no próximo 1ºde janeiro e deverá ocupar a liderança máxima do Executivo até o ano de 2024.

TRAJETÓRIA.
Nas pesquisas de intenção de votos, ainda durante o primeiro turno, Danilo Morgado (PSL) apresentou uma ascensão na preferência de votos do eleitorado conforme ocorria a aproximação do último dia 15. O resultado apontou uma proximidade muito maior do que era esperada antes do começo do segundo semestre de 2020 e Morgado encerrou o primeiro turno com 50.317 votos, o que totalizou 35,60% das urnas apuradas, já Raquel Chini alcançou a marca de 39,05% com 55.204 votos a seu favor.

Já os levantamentos focados na apuração do segundo turno mostraram uma ligeira virada do nome escolhido pelo PSL para concorrer ao Executivo praiagrandense. Na pesquisa encomendada pelo Diário do Litoral e realizada pela GovNet Pesquisa, Morgado apareceu com 54,4% das intenções de votos válidos enquanto Raquel Chini totalizava 45,6%. O levantamento do IPAT também demonstrou uma leve dianteira: Morgado apareceu com 51,4% e Chini com 48,6%.

Apesar dos dois levantamentos indicarem um empate técnico, a preferência pela eleição do candidato do PSL era possível de ser vista nas duas pesquisas, mas a sucessora de Mourão conseguiu confirmar o favoritismo que existia ainda durante o começo do segundo semestre deste ano.


Comentários

Tops da Gazeta