últimas notícias
Espécie é comum na Baixada Santista
Espécie é comum na Baixada Santista
Foto: Divulgação/PMSV

Guarda Civil Ambiental resgata saruês na Área Continental de São Vicente

Saruê é uma espécie de gambá, também chamado de gambá-de-orelha-preta, muito encontrado em locais urbanos

Na terça-feira (12), o Pelotão Ambiental realizou o resgate de quatro saruês na Área Continental de São Vicente, no litoral paulista. A equipe foi acionada para retirar um deles (adulto macho) que estava na Escola Estadual Esmeraldo Soares Tarquínio, no bairro Rio Branco.

Na quarta (13), foi a vez de salvar uma fêmea, na Rua Bauru, no Jardim Irmã Dolores. Ao chegar, a equipe se deparou com dois filhotes neonatos (que estão nas duas primeiras semanas de vida). Todos foram encaminhados para o Centro de Pesquisa e Triagem de Animais Selvagens (Ceptas), em Cubatão. Após as análises clinicas aconteceu a soltura dos animais em mata fechada.

O saruê é uma espécie de gambá, também chamado de gambá-de-orelha-preta, muito encontrado em locais urbanos, em decorrência da ocupação das áreas naturais. Em um levantamento feito pela Guarda Civil Ambiental de São Vicente, entre os anos 2019 e 2020, foi identificado que este marsupial liderava o ranking de salvamentos. Isso ocorre porque na Baixada Santista é comum encontrar a espécie, que vive entre as matas e morros que cercam a região.

Ao se deparar com um animal silvestre é necessário entrar em contato com a Secretaria do Meio Ambiente e Defesa Animal, nos telefones (13) 3569 - 2274 e (13) 99679 – 3604, ou pelo número 153 diretamente com a GCM. É possível também mandar e-mails, pelos endereços: [email protected] e [email protected]


Comentários

Tops da Gazeta