últimas notícias
Os Pontos de Entrega Voluntária de Recicláveis (PEVs) funcionam todos os dias, ininterruptamente
Os Pontos de Entrega Voluntária de Recicláveis (PEVs) funcionam todos os dias, ininterruptamente
Foto: Helder Lima/PMG

Guarujá coleta 140 toneladas de recicláveis nas estações de sustentabilidade

Quantidade foi recolhida desde a instalação do primeiro Ponto de Entrega Voluntária de Recicláveis, em abril de 2018

As nove estações de sustentabilidade de Guarujá, no litoral de São Paulo, denominadas 'Pontos de Entrega Voluntária de Recicláveis' (PEVs), já coletaram 140 toneladas de resíduos recicláveis desde que foram implantadas. Os equipamentos têm capacidade para recolher mais de uma tonelada de material por mês, entre plásticos, vidros, metais e papéis.

Os equipamentos estão instalados em locais estratégicos dos bairros de Guarujá e do distrito de Vicente de Carvalho. Além dos fixos, há também um PEV móvel, que costuma ficar localizado na Praça dos Expedicionários, podendo ser deslocado para outras regiões quando a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) nota um aumento de demanda.

"Temos atingido nosso objetivo com a implantação dos Pontos de Entrega Voluntária. São números expressivos de resíduos recicláveis coletados e que tende a aumentar conforme a população fica habituada a fazer a separação do lixo e descartar no local correto. É uma consciência ambiental fundamental para que a Cidade siga se tornando cada vez mais sustentável", destaca o secretário de Meio Ambiente, Sidnei Aranha.

Ampliação dos pontos

Para ampliar a capacidade de armazenamento adequado de resíduos recicláveis e oferecer mais opções para o descarte voluntário, a Semam passará a contar com mais quatro estações de sustentabilidade.

Classificados como "Fase 2", os novos ecopontos terão, além dos contêineres que recebem 10 tipos de materiais recicláveis diferentes, um espaço composto por caçambas, onde poderão ser depositados rejeitos de construção civil. A finalidade é assegurar que a população não despeje de forma indevida lixo em vias públicas, praças e etc, uma vez que essas práticas são determinantes para ocorrências de alagamentos em tempos chuvosos.

Outra novidade será a implantação de um playground e bancos ao redor de todas as estações. O objetivo é fazer com que os locais se transformem não só em ambientes sustentáveis mas, também, em espaços de lazer, dando ainda mais vida para as regiões em que forem instalados.

Dinâmica de funcionamento

Os Pontos de Entrega Voluntária de Recicláveis (PEVs) funcionam todos os dias, ininterruptamente. Duas vezes por semana os resíduos são coletados e destinados aos galpões das empresas Mundo Novo e Cooperben - cooperativas prestadoras de serviço que executam os processos de triagem, separação por tipo, enfardamento, armazenamento e destinação para venda às indústrias de reciclagem, garantindo que o material retorne à sua cadeia produtiva.

Conforme necessidade, os ecopontos são removidos para manutenção. Durante o período, os munícipes são instruídos, por meio de informativos, a destinarem seus resíduos nos pontos de coleta mais próximos.

Confira o endereço e o status de funcionamento dos ecopontos:

Rua José Vaz Porto, 698 - Praça do Povo (ativo)

Alameda das Violetas, 344 - Praça Possidônio (em manutenção)

Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 691 - Praça dos Expedicionários (em manutenção)

Rua Guilherme Guinle - Praça 14 Bis (ativo)

Rua Guilherme Guinle, 543 – Torres (ativo)

Rua Dona Joana de Menezes Faro - Estradão (ativo)

Praça da Horta Social (Rua Oito) - Jardim Acapulco (em manutenção)

Rod. Ariovaldo de Almeida Viana, 2079 - Rio do Peixe (em manutenção)

Avenida Antenor Pimentel, 1473 ou Rua Onze, 243 - Praça Mário Covas (ativo)


Comentários

Tops da Gazeta