últimas notícias
Toda a orla será isolada, não permitindo a permanência de pessoas no mar, na faixa arenosa e calçadão
Toda a orla será isolada, não permitindo a permanência de pessoas no mar, na faixa arenosa e calçadão
Foto: DIVULGAÇÃO

Areia e calçadão da orla de Guarujá serão cercados a partir de segunda

Acesso ao mar, faixa arenosa e calçadão serão terminantemente proibidos

A Prefeitura de Guarujá vai seguir as novas restrições anunciadas pelo Governo do Estado na última quinta-feira (11), que reclassificaram a Baixada Santista para a fase emergencial vermelha do Plano São Paulo. Com isso, o Município vai proibir o acesso às praias a partir da próxima segunda-feira (15), entre outras medidas restritivas de combate à disseminação do novo coronavírus, que permanecerão até o dia 30 de março. Esta e outras providências constarão de decreto municipal a ser publicado na próxima terça-feira (16). As informações são do "Diário do Litoral". 

Toda a orla será isolada, não permitindo a permanência de pessoas no mar, na faixa arenosa e calçadão. Antes liberadas, agora as atividades físicas e a prática de esportes, mesmo que individuais, estão suspensas. Também está desautorizada a colocação de cadeiras e guarda-sóis, bem como o comércio ambulante e quiosques. Prefeitura cercará praias e o acesso será terminantemente proibido.

Leia mais: 

O Município também suspenderá as aulas presenciais na rede municipal a partir de segunda, com a manutenção do Projeto de Ensino Remoto. O corpo docente da rede passará por nova capacitação nesse sentido, também a partir do dia 15 de março. Assim, o aluno realizará os estudos on-line ou por meio da retirada do material impresso nas unidades. A alimentação dos estudantes também estará garantida, com o fornecimento da merenda em 13 unidades pólo.

Para que as novas medidas impostas pelo Estado sejam cumpridas, a Prefeitura mantém a fiscalização, com equipes compostas por guardas civis municipais (GCMs), fiscais do comércio e de saúde, agentes da Vigilância Sanitária, entre outros servidores, todos distribuídos em diversos pontos da Cidade. O trabalho conta com o apoio da Polícia Militar. Por isso, denúncias referentes a abusos e irregularidades podem ser feitas através dos telefones 190 (Polícia Militar) e 153 (Guarda Civil Municipal).

A Prefeitura seguirá realizando pedágios educativos na entrada da Cidade pela Rodovia Cônego Domenico Rangoni, além da distribuição de máscaras de proteção facial. Além disso, faixas reforçando a orientação e cuidados contra a Covid-19 também estão afixadas em diferentes pontos. Carros de som com mensagens de alerta à população também circulam pelo Município.

Condesb

Paralelamente a isso, o Conselho de Desenvolvimento da Baixada Santista (Condesb), que representa as nove prefeituras da Região, solicitou ao Governo do Estado mais leitos, principalmente de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e o reforço de policiais militares para auxiliar os municípios na fiscalização. O colegiado de prefeitos também pediu a suspensão da Operação Descida no Sistema Anchieta-Imigrantes, nos finais de semana dos dias: 20 e 21; e ainda 27 e 28 de março, evitando que turistas venham para a Região.

O que diz a fase vermelha emergencial do Plano São Paulo

A fase emergencial vermelha do Plano São Paulo endureceu as regras para todo o Estado de São Paulo até o dia 30 de março. Além do fechamento de praias e parques, estabelece que restaurantes, bares e padarias só poderão funcionar nos sistemas de entrega a domicílio e drive thru, por exemplo. De maneira mais rigorosa, o objetivo agora é conter o aumento de novos casos, internações e mortes pela Covid-19, o que vem sobrecarregando hospitais em todo o Estado.

Toque de Restrição

Outra alteração imposta pelo Plano São Paulo foi o ‘Toque de Restrição’, que recomenda que as pessoas não circulem nas ruas à noite, a partir das 20 horas até às 5 horas.

 

Comentários

Tops da Gazeta