últimas notícias
Vacinação contra a Covid-19 em Taboão da Serra
Vacinação contra a Covid-19 em Taboão da Serra
Foto: Divulgação/PMTS

Governo de SP anuncia vacinação para idosos a partir de 65 anos

A partir do dia 14 de abril, é a vez de quem tem 67 anos; no dia 21 de abril, pode se vacinar quem tem de 65 a 66 anos

O Governo de São Paulo anunciou na tarde desta quarta-feira que dois grupos etários vão entrar no cronograma de vacinação contra a Covid-19 no Estado. A partir do dia 14 de abril, é a vez de quem tem 67 anos. E no dia 21 de abril, pode se vacinar quem tem de 65 a 66 anos. São esperadas 1,1 milhão de pessoas dos dois grupos.

“Tenho visitado postos de vacinação pela manhã, logo na abertura, e a cada vez fico mais sensibilizado ao ver pessoas de mais idade sendo vacinadas, felizes e alegres. São pessoas que querem viver e estar protegidas com a vacina”, afirmou o governador João Doria (PSDB) durante a entrevista coletiva para anunciar o avanço da campanha.

Leia mais:

Nesta quarta, São Paulo ultrapassou a marca de 7 milhões de doses já aplicadas na população do estado. Às 12h45, o Vacinômetro marcou 7.026.192 doses, somando 5.157.980 de primeira dose e 1.868.212 da segunda, o que significa que mais de 1,8 milhão de pessoas já estão com o esquema vacinal completo.

Para evitar filas e aglomerações, o governo pede que quem for se vacinar faça o pré-cadastro em vacinaja.sp.gov.br.

Na manhã desta quarta, Doria participou da entrega de mais 1 milhão de doses da vacina do Instituto Butantan contra o coronavírus para o Brasil, totalizando 38,2 milhões fornecidas ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). A cada dez vacinas utilizadas no País, pelo menos oito são do Butantan, de acordo com o governo paulista.

O montante já distribuído representa 83% das 46 milhões de doses contratadas pelo Ministério da Saúde até o fim de abril. O Butantan trabalha para entregar outras 54 milhões de doses até o dia 30 de agosto, totalizando 100 milhões de vacinas.

Comentários

Tops da Gazeta