últimas notícias
Em julho de 2020, entregadores promoveram greve por melhores condições de trabalho
Em julho de 2020, entregadores promoveram greve por melhores condições de trabalho
Foto: Roberto Parizotti/Fotos Públicas

Acidentes entre motociclistas na pandemia crescem 45,5% em SP

Número de ocorrências saltou de 4.877 para 7.097; Programa Motofretista Seguro, do Governo de SP, ocorre nesta quarta e quinta na Praça Charles Miller

O estado de São Paulo registrou crescimento de 45,5% nos acidentes de trânsito envolvendo motociclistas durante a pandemia da Covid-19. De abril de 2020 para junho de 2021, o número de ocorrências saltou de 4.877 para 7.097. Já em relação a óbitos foi registrado aumento de 13,5%, com 133 fatalidades de trânsito em abril de 2020 e 151 em junho de 2021. Os dados são do Infosiga.

O governo paulista lançou ano passado o Programa Motofretista Seguro, para, segundo a gestão estadual, oferecer condições mais adequadas de trabalho à categoria e contribuir com a redução nos acidentes de trânsito. Para ampliar a adesão ao programa, será realizada nesta quarta (21) e quinta-feira (22) uma nova edição do Pitstop do Motofretista.

A ação vai ocorrer na Praça Charles Miller em frente ao estádio do Pacaembu, das 7h às 17h A expectativa  é reunir mais de 9 mil motoentregadores. Atualmente, mais de 3 mil já se inscreveram no programa.

“O objetivo do Detran.SP é oferecer condições melhores de trabalho e segurança para os motofretistas. A categoria teve papel fundamental nesta pandemia, movimentando o sistema de delivery e entregas em geral. Queremos construir uma ampla rede de proteção para esses profissionais. Nossa meta é atingir em torno de 250 mil motofretistas”, explica Neto Mascellani, presidente do Detran.SP.

No ano passado, entregadores por aplicativos realizaram uma série de protestos na capital paulista e em outras cidades pelo País. Entre as reivindicações estavam licença remunerada aos contaminados pela Covid-19, aumento no valor mínimo das entregas e seguro contra roubo, acidente e de vida. Eles também pediram equipamentos de proteção individual contra o novo coronavírus. A paralisação, chamada de "Breque dos Apps", foi chamada por trabalhadores de empresas como Rappi, Loggi, Ifood, Uber Eats e James.

Dados Gerais

Na totalidade de ocorrências, envolvendo todos os modais, o estado de São Paulo registrou queda de 8,6% nos óbitos de trânsito comparando os números do primeiro semestre de 2019, 2020 e 2021. Foram registradas 2.557 fatalidades neste período em 2019, 2.236 em 2020 e 2.335 em 2021. Já em relação aos acidentes com vítimas, também houve queda de 6,1% na análise de janeiro a junho de 2019, 2020 e 2021, com 91.923 ocorrências (2019), 77.078 (2020) e 86.224 (2021). Esses dados incluem ocorrências com motociclistas, ocupantes de automóveis, ciclistas e pedestres.

A maior redução nas fatalidades de trânsito no Estado envolveu ciclistas comparando os meses de junho de 2020 e junho de 2021, com 32 casos (2020) e 27 (2021), menos 15,6%. Nos óbitos envolvendo pedestres também se verificou uma redução de 6,7%, de 537 no primeiro semestre do ano passado para 501 em 2021. As fatalidades que abrangem passageiros de automóveis aumentaram 12,2%, com 518 ocorrências em 2020 e 581 em junho de 2021.


Serviço:

Evento: Pit Stop do Programa Motofretista Seguro
Local: Praça Charles Miller, no Pacaembu

Quando: 21 e 22 de julho, das 7h às 17

O que é: rede de proteção lançada pelo Governo do Estado e Detran.SP ano passado, durante a Semana Nacional de Trânsito, para dar o devido amparo a uma categoria profissional que tanto tem contribuído com a população durante a pandemia.

Objetivo: reunir no evento mais de 9 mil motofretistas e ampliar o número de participantes do Motofretista Seguro. Mais de 3 mil profissionais já se inscreveram no programa. Para dar andamento à solicitação de inscrição no programa, basta preencher o cadastro no portal www.motofretistaseguro.sp.gov.br e seguir as orientações.

Atrativos:
Banco do Povo e Sebrae: linha de crédito de R$ 21 mil

Serasa: negociação de débitos dos motofretistas

Empreenda Rápido: motofretistas poderão se inscrever nas capacitações gratuitas do Sebrae-SP, realizadas pelo Whatsapp, que darão acesso inclusive a linhas de crédito
Porto Seguro: check-up dos itens básicos de segurança das motocicletas

Programa Via Rápida, do Centro Paula Souza: oferecerá também palestras sobre manutenção em motocicletas

Abraciclo: distribuição de capacetes

Ifood: distribuição de itens de proteção que incluem camisetas com proteção UV, jaquetas, suportes, antenas corta pipa e porta celular

Loggi: distribuição e 1 mil unidades de mochila térmica

AMABR: doação de baús

Detran.SP: distribuição de lanches, capacetes, coletes e antenas corta-pipa

Yamaha e Honda: vouchers para troca de óleo

Museu do Futebol: distribuição de 250 convites

Apoio: Sabesp, Fipe, Corpo de Bombeiros, CET, Polícia Militar, Anfamoto

Comentários

Tops da Gazeta