X

CULTURA

Artesã produz peças de madeira no litoral de São Paulo

São vários objetos de decoração, luminárias, tábuas de cozinha e móveis, todos feitos com madeiras recicladas

Nayara Martins

Publicado em 16/05/2022 às 08:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

No ateliê, em sua casa, a artesã já tem as ferramentas necessárias para fazer os objetos, como serra de cutilagem, furadeira, lixadeira e outros / Nair Bueno / Diário do Litoral

Aproveitar e reutilizar madeiras que são descartadas e transformá-las em peças de decoração. Esse é técnica utilizada para fazer o trabalho artesanal da artesã Silmara Carneiro Gomes, de 49 anos, que mora no bairro Savoy, em Itanhaém.

Pencas de amor, vasos, chaveiros, tábuas de cozinha, luminárias, móveis, peças em macramê, em mosaico e filtro dos sonhos são alguns dos objetos feitos pela artesã, há cerca de dez anos, na Cidade.

Silmara explica que a ideia surgiu porque sempre gostou e tinha habilidade para trabalhar com artesanato desde jovem, além de aprender algumas técnicas com o seu pai que era eletricista. 

“Na época em que fui comerciante na Cidade não tinha muito tempo livre, mas atualmente, posso me dedicar mais ao artesanato”, conta.

Silmara reaproveita as peças de madeira de demolição e as reutiliza. As madeiras e alguns troncos de árvores são, em grande parte, recolhidas na praia, em períodos de ressaca no mar. 

“Gosto muito de reaproveitar os objetos descartados, e trabalhar de forma sustentável. As pessoas jogam muitas coisas fora e acho que o nosso planeta não merece tanta poluição”, destaca.

No ateliê, em sua casa, a artesã já tem as ferramentas necessárias para fazer os objetos, como serra de cutilagem, furadeira, lixadeira e outros.

Silmara trabalha ainda com a restauração de móveis em madeira, como mesas, tampos de mesas em madeira e em mosaico, cadeiras, bancos, entre outros. 

Ela lembra que um dos objetos mais pedidos pelos clientes são as pencas de amor - corações de madeira em pencas, além dos chaveiros, feitos em madeira com os corações pendurados. 

A artesã também já expôs as suas peças no bazar “Nova Era”, realizado no início deste ano, que reuniu vários artesãos de Itanhaém para expor os trabalhos.

PLANOS.
Entre os planos futuros, Silmara afirma que vai ampliar os trabalhos e fazer a divulgação em diversos locais da Cidade. 

“Pretendo participar de outras exposições para divulgar melhor as peças. Minha intenção é fazer muito artesanato e, ainda, buscar outras ideias e modelos variados para criar novos objetos de decoração”, conclui.  
 Ela também recebe encomendas de seus clientes que escolhem algumas peças conforme a preferência de cada um.

Para divulgar os trabalhos, a artesã usa as redes sociais, como no Instagram (@silksgomes) e no Facebook - Silmara C. Gomes Gomes.   

Pessoas interessadas em fazer encomendas podem entrar em contato direto com Silmara, pelo celular e Whatsaap 13 97426.6031.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nasceu em julho ou agosto?

Caixa libera abono do PIS/PASEP para trabalhadores nascidos em julho e agosto

Governo deve liberar R$ 4,5 bilhões para os benefícios, sendo R$ 3,9 bilhões para o PIS e R$ 613 milhões para o PASEP

Delação Premiada

Caso Marielle: STF julga esta terça denúncia dos mandantes envolvidos no crime

Ministros vão decidir se os suspeitos se tornarão réus por homicídio e organização criminosa; acusados estão presos desde março

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter