X

QUALIFICAÇÃO

Embu das Artes abre inscrições para oficinas de 'produção de documentários'

A oficina é gratuita e promovida pela Secretaria Municipal de Cultura de Embu das Artes em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa

Da Reportagem

Publicado em 09/05/2022 às 15:57

Atualizado em 09/05/2022 às 17:11

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

As inscrições para a oficina 'Introdução à produção de documentários de baixíssimo orçamento' estão abertas / Divulgação rede Minas

As inscrições para a oficina "Introdução à produção de documentários de baixíssimo orçamento" estão abertas. A oficina é gratuita e promovida pela Secretaria Municipal de Cultura de Embu das Artes em parceria com a Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa, Poeisis e Oficinas Culturais. As informações são do portal da "Cidade de Embu das Artes".

A oficina acontecerá do dia 31 de maio ao dia 09 de junho, as terças e quintas das 18h30 às 21h30, e é aberto ao público geral basta ter mais de 16 anos. A seleção dos candidatos será feita por ordem de inscrição, e tem 20 vagas disponíveis. O local de realização do projeto será no Centro Cultural Mestre Assis do Embu – Largo 21 de Abril, 29, Centro. Link para inscrição.


Sobre a oficina

Esta oficina tem como objetivo estabelecer um paralelo entre a memória e a linguagem audiovisual, exercitando diferentes modos de registrar a história de vida das pessoas, seus espaços de moradia, seus lugares de sociabilidade e as transformações sociais, geográficas e políticas ao longo do tempo, provocando um olhar sensível e apurado da realidade através da produção de pequenos documentários realizados com equipamentos simples e muita criatividade.

Minicurrículo do Coordenador

Daniel Fagundes é cineasta, educomunicador e poeta, integrante do Coletivo Sarau da Roça e co-fundador da produtora social Caramuja Pesquisa, Memória e Audiovisual, dedicada à realização e disseminação de mídia educativa, sociocultural e à pesquisa no campo da memória e cultura popular. Com a Caramuja realizou o documentário “A primeira boca, a primeira casa”, de 2015, sobre a renovação da tradição do Batuque de Umbigada no interior paulista, e também “Oxente Bixiga!”, sobre a memória nordestina no bairro da Bela Vista, e ainda “O Olhar de Edite”, sobre a poetisa Dona Edite, diva da Cooperifa. Seu mais recente projeto é o curta “Sobre Pardinhos e Afrocaipiras”, lançado em novembro de 2021. Atualmente trabalha no desenvolvimento do curta de ficção “Apagamento”, projeto incentivado pelo PROAC Curtas 2021.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Futebol

Ronaldinho Gaúcho desiste de torcer para o Brasil na Copa América

Lenda da seleção afirmou em podcast que não vai acompanhar as partidas da Seleção

EVENTO HISTÓRICO EM SP

Anderson Silva e Chael Sonnen lutam novamente, dessa vez com luvas de boxe

Luta acontecerá neste sábado, pelo Spaten Fight Night, em São Paulo

©2021 Gazeta de São Paulo. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software

Newsletter